Governo entrega outorgas a mais de 500 pesquisadores

Data 01/02/2018 08:53:22 | Assunto: Diário Oficial

Cientistas fluminenses foram contemplados pelos programas da Faperj





O governador Luiz Fernando Pezão entregou, ontem, outorgas a 511 pesquisadores contemplados nos programas Cientistas e Jovens Cientistas do Nosso Estado. Na mesma solenidade, foram celebrados acordos de cooperação entre a Faperj e agências de apoio à pesquisa do governo federal. Serão mais de R$ 166 milhões para o financiamento de projetos do Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex), Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs) e centro multiusuários.

Somando recursos no valor de R$ 47,4 milhões, os dois editais  financiam bolsas mensais, por até 36 meses, para custear despesas de pesquisas.

– Estamos retomando o crescimento e avançando nas pesquisas em Ciência e Tecnologia, que sempre foi referência no estado – afirmou o governador.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, ressaltou a importância do investimento na área.

– O setor tem sido prioridade para o governo brasileiro – disse o ministro.

De acordo com o secretário interino de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social, Gabriell Carvalho dos Santos, o incentivo é importante para a população fluminense.

– Os editais são baseados em pesquisas em ciência, com pesquisadores de ponta – explicou.

O presidente da Faperj, Ricardo Vieiralves, enfatizou que os editais beneficiam cientistas de diversas instituições.

– Também contemplamos pesquisadores de instituições federais e privadas – ressaltou Vieiralves.

Acordos apoiam projetos científicos

Os investimentos – de mais de R$ 166 milhões ao longo dos próximos anos –, oriundos de parcerias com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), permitirão o auxílio ao Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex); aos 19 Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs) sediados em território fluminense; além da manutenção, modernização e compra de novos equipamentos para os Centro Nacionais de Equipamentos Multiusuários.

Com o acordo, o Rio de Janeiro contará com cinco centros nacionais, localizados no Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, UFRJ, UFF, PUC-Rio e Inmetro, que terão apoio no período de 2018 a 2022.

– Iniciamos o ano com uma frequência positiva de fomento científico. Acreditamos muito neste recomeço e não podemos deixar de citar o esforço dos órgãos para esta retomada – disse Ronaldo Camargo, presidente em exercício da Finep.

Leia a notícia no Diário Oficial.





Esta notícia foi publicada na Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro
http://www.ioerj.com.br/portal

Endereço desta notícia:
http://www.ioerj.com.br/portal/modules/news/article.php?storyid=8648