Teleférico do Complexo do Alemão atrai turistas na alta temporada

Data 26/01/2012 09:20:00 | Assunto: Diário Oficial

Grande movimento impulsiona a economia no complexo de favelas da Zona Norte e nos bairros vizinhos. O primeiro sistema de transporte de massa a cabo do Brasil já teve mais de 1,3 milhão de passageiros.


O teleférico, meio de transporte dos moradores dos complexos do Alemão e da Penha e uma das atrações turísticas mais visitadas da Zona Norte do Rio, está impulsionando o comércio local. De dezembro até o dia 24 de janeiro, período de férias escolares, as gôndolas receberam 487.212 pessoas, entre turistas brasileiros e estrangeiros. O sobe e desce de passageiros ajuda a incrementar os antigos e novos negócios na região.




 


Mais de 1,3 milhão de passageiros

O sucesso do teleférico também se reflete nos bairros vizinhos. Segundo a Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja), desde a inauguração, em julho de 2011, 136 negócios foram abertos em Bonsucesso, 55 em Inhaúma, 65 em Olaria, 134 na Penha e 92 em Ramos.

O primeiro sistema de transporte de massa por cabo do Brasil já atingiu a marca de 1.348.221 passageiros. Mais do que unir o morro ao asfalto e garantir acessibilidade, o teleférico ajuda a consolidar o desenvolvimento econômico das comunidades. De acordo com a SuperVia, que opera o sistema, cerca de 55% dos frequentadores são turistas.

- Transportamos cerca de 11 mil passageiros por dia, já passamos até o Pão de Açúcar. Mais da metade é visitante. O comércio está se expandindo com o turismo - afirmou o diretor do sistema, Luiz de Souza.

Moradores investem na abertura de novos negócios



Restaurantes como o de José Sabino foram incluídos no roteiro gastronômico de visitantes que passeiam pelas estações dos morros do Adeus, Baiana, Alemão e Itararé. Ao lado do terminal Baiana, o estabelecimento recebe turistas brasileiros e estrangeiros.

- Os negócios estão melhorando e a visita dos turistas é muito bem-vinda. Eu acho que o movimento irá crescer ainda mais - afirmou José, que mora na comunidade do Alemão há 28 anos.

Na avenidade Itararé, a principal do Complexo do Alemão, as moradoras Nadir Santos, de 45 anos, e Saturnina Alves, de 75, comemoram a abertura de suas lojas no mais novo centro comercial da área. Inaugurado em dezembro, o espaço também promete ser outro ponto de referência para os visitantes.

- Abri a minha loja de roupas há apenas 15 dias e estou na expectativa de vender bastante. Aliás, esse é o desejo de todos os pequenos comerciantes da região. Estou investindo para atrair os turistas - disse Nadir.


 





Esta notícia foi publicada na Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro
http://www.ioerj.com.br/portal

Endereço desta notícia:
http://www.ioerj.com.br/portal/modules/news/article.php?storyid=748