Vital Brazil oferece cursos gratuitos para moradores de 11 municípios

Data 24/01/2012 14:30:00 | Assunto: Diário Oficial

Projeto Promotores da Vida irá qualificar 720 pessoas para inserção no mercado formal de trabalho. Aulas acontecerão nos laboratórios do Vital Brazil com professores qualificados.


O Instituto Vital Brazil vai capacitar este ano 720 pessoas em situação de vulnerabilidade social residentes em 11 municípios do estado para inserção no mercado de trabalho formal. O projeto Promotores da Vida, que conta com o patrocínio da Petrobras, será desenvolvido nas cidades de Cachoeiras do Macacu, CAsimiro de Abreu, Silva Jardim, Rio Bonito, Tanguá, Itaboraí, São Gonçalo, Niterói, Maricá, Guapimirim e Magé. As cidades, que integram o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), receberão diversos cursos gratuitos.

Alunos vão fazer estágio na Petrobras

Ao final de cada curso, 20% dos alunos, entre os que mais se destacarem, terão direito a uma bolsa da Petrobras para fazer estágio supervisionado.

O projeto também prevê um estudo de empresas instaladas na região que poderão absorver parte da mão de obra.

Já estão abertas as inscrições para os cursos de auxiliar técnico de biotério e o de auxiliar técnico de laboratório, que serão realizados no Vital Brazil, em Niterói, a partir de 6 de fevereiro.

- O projeto reforça a intenção do Vital Brazil de se tornar um centro de ensino de excelência por meio de cursos de qualificação - disse o coordenador Cláudio Maurício.

As inscrições para as 20 vagas vão até o dia 30 e podem ser feitas pela internet (www.vitalbrazil.rj.gov.br/promotoresdavida) ou no instituto (Rua Vital Brazil Filho, 64, Santa Rosa, das 8h30 às 16h30).

Cursos terão aulas práticas

O curso de auxiliar técnico de biotério terá duração de três meses (360h/aula), das 8h às 12h, e o auxiliar técnico de laboratório terá dois meses e meio (300h/aula), no horário de 13h às 17h. As qualificações terão 60% de aulas práticas.

Podem participar pessoas com idade entre 15 e 59 anos, que estejam matriculadas no ensino público (ou que sejam egressas da rede pública de ensino) e que tenham concluído o ensino fundamental. Para se inscrever, é precisom ainda, estar desempregado ou empregado sem carteira de trabalho assinada e comprovar rebda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.





Esta notícia foi publicada na Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro
http://www.ioerj.com.br/portal

Endereço desta notícia:
http://www.ioerj.com.br/portal/modules/news/article.php?storyid=739