Estação Olímpica Engenho de Dentro é entregue

Data 14/07/2016 09:07:48 | Assunto: Diário Oficial

 Espaço atenderá ao público que vai assistir às competições dos Jogos no Engenhão





Ontem, o secretário de Transportes, Rodrigo Vieira, e o presidente da SuperVia, José Carlos Prober, entregaram aos passageiros a Estação Olímpica Ferroviária de Engenho de Dentro totalmente modernizada. A previsão é de que a metade dos passageiros que usará o trem como meio de transporte durante os Jogos Olímpicos e 82% nos Paralímpicos passem pelo local.

– Engenho de Dentro ganha uma estação modernizada, de alta capacidade, com acessibilidade e qualidade na prestação de serviço. É uma estação agora compatível com a demanda da região e com o crescimento do transporte sobre trilhos. Já entregamos Ricardo de Albuquerque, Magalhães Bastos e Vila Militar. Ficam faltando apenas Deodoro e São Cristóvão, que serão entregues nas próximas semanas – ressaltou o secretário.

As obras de melhorias contemplam a reforma do mezanino antigo com acessibilidade plena e a construção de um novo, mais próximo ao Estádio Nilton Santos (Engenhão). Além da instalação de cinco elevadores que levam às plataformas, foram realizadas a construção de rampas de acesso pela Rua Arquias Cordeiro e Av. Amaro Cavalcanti; o nivelamento das plataformas; a reforma dos banheiros; a revitalização da iluminação em LED;  e a implantação de sistema de captação e reuso da água pluvial.

– A população e os turistas encontrarão estações totalmente modernizadas, estruturadas e que ficarão como legado após os Jogos – disse o secretário da Casa Civil, Leonardo Espíndola.

A cobertura da estação, tombada pelo Instituto Rio Patrimônio da Humanidade, também passou por um processo de revitalização, obedecendo aos critérios de restauração estabelecidos pelo órgão. A estação irá atender ao público que for ao Engenhão (estádio olímpico), além de possibilitar a integração entre os ramais Deodoro, Santa Cruz e Japeri.

Esta é a quarta entrega do pacote de obras olímpicas, que inclui a reforma de outras cinco estações consideradas estratégicas para os Jogos: São Cristóvão e Deodoro (ambas em fase final de reforma), e Ricardo de Albuquerque, Magalhães Bastos e Vila Militar (entregues em fevereiro, junho e este mês, respectivamente). O investimento é de R$ 250 milhões.

– As obras duplicaram a capacidade da estação, que agora pode receber até 26 mil passageiros por dia – ressaltou o presidente da SuperVia.

A previsão é de que nos Jogos sejam ofertados 3 milhões de lugares nos trens, diariamente, em cerca de 1,6 mil viagens. Além das seis estações olímpicas, Central do Brasil, Intermodal Maracanã e Madureira atenderão ao público na Rio 2016.

Leia a notícia no Diário Oficial.





Esta notícia foi publicada na Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro
http://www.ioerj.com.br/portal

Endereço desta notícia:
http://www.ioerj.com.br/portal/modules/news/article.php?storyid=6834