Conjuntos habitacionais vão usar tecnologia sustentável

Data 16/04/2015 09:27:23 | Assunto: Diário Oficial

Condomínio de Teresópolis está incluído em projeto piloto 


Técnicos da Companhia Estadual de Habitação do Rio de Janeiro (Cehab) participaram de capacitação para conhecer projetos de  sustentabilidade energética em habitações de interesse social, que foi realizada ontem. Este curso é fruto da parceria firmada entre a Cehab e a GIZ – Agência de Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável.


O evento reuniu engenheiros, arquitetos e assistentes sociais que debateram o uso eficiente de energia solar e da água. As ações serão implementados no conjunto habitacional Fonte Santa III, em Teresópolis, projeto piloto de núcleo residencial sustentável, desenvolvido pela Cehab e direcionado às famílias de baixa renda do município.

O conjunto Fonte Santa III será composto de quatro blocos, com um total de 128 apartamentos. Para o secretário de Habitação, Bernardo Rossi, a implementação do projeto poderá impulsionar a utilização do sistema em outros empreendimentos imobiliários, colaborando significativamente para a economia familiar.

Mais economia

“Além de receberem imóveis equipados com moderna tecnologia em termos de energia eficiente, as famílias também viverão a experiência do cuidado e  da preservação no entorno do conjunto.  Economicamente, também será vantajoso para os novos moradores, que reduzirão custos com as contas de água e luz”, disse o secretário.

Presidente da Cehab, o engenheiro Thadeu Galvani  afirmou que o programa vai alcançar o crescimento de políticas de proteção ambiental.

“O momento para o desenvolvimento desta ação não poderia ser mais adequado, com a crise energética e hídrica que o país está passando. A capacitação abre uma nova perspectiva na área habitacional, unindo a preservação do meio ambiente e a utilização de mecanismos que proporcionem melhores condições de vida à população”, explicou o presidente.

No Fonte Santa III, há estudos para implantação de dispositivos economizadores de água e sistema de captação de chuva, paisagismo com baixo consumo de água, apoio à inserção de hortas comunitárias, composição de paredes, janelas e cobertura, e previsão de utilização de energias renováveis.

 

Leia a matéria no Diário Oficial




Esta notícia foi publicada na Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro
http://www.ioerj.com.br/portal

Endereço desta notícia:
http://www.ioerj.com.br/portal/modules/news/article.php?storyid=5007