Polícia Militar já ocupa duas comunidades da Maré

Data 06/04/2015 09:37:18 | Assunto: Diário Oficial

Em maio, outras quatro áreas serão patrulhadas pela PM 


  A Polícia Militar assumiu, na última quarta-feira (1/4), parte do patrulhamento do conjunto de favelas da Maré, dando início ao processo de substituição gradual do efetivo da Força de Pacificação. As comunidades da Praia de Ramos e Roquette Pinto foram as primeiras a serem ocupadas pela PM. No próximo dia 1º de maio, outras quatro áreas passarão a ser patrulhadas pela Polícia Militar: Rubens Vaz, Nova Maré, Nova Holanda e Parque União.


 

A base da UPP da Praia de Ramos e Roquette Pinto deverá ser inaugurada em 60 dias. Outras três bases serão instaladas na Nova Holanda/Parque União; Baixa do Sapateiro/Timbau; e Vila do João/Vila dos Pinheiros. 

 

 A previsão é de que 1,6 mil policiais militares façam a segurança nas 16 comunidades da Maré. Até que as bases fixas das UPPs sejam construídas, os policiais ocuparão a sede do Comando de Operações Especiais (COE) e o destacamento já existente na Praia de Ramos.

 

“Damos esse passo rumo ao processo de pacificação e reforçamos a nossa posição de que não há recuo. Sabemos muito bem o desafio que temos pela frente: a UPP tem que ser preservada e  fortalecida cada vez mais”, afirmou o coronel Frederico Caldas, relações públicas da PM.

 

 

A Maré foi ocupada pela Força de Pacificação há um ano. O procedimento de transição – em que as tropas federais começam gradualmente a deixar o local – foi estabelecido em protocolo de cooperação assinado pelos governos federal e estadual em janeiro deste ano. Todo o efetivo federal será substituído por policiais até o dia 30 de junho.

 

 

 Os 220 PMs que, desde novembro de 2014, vêm patrulhando e atendendo ocorrências na Maré continuarão atuando na área. Este efetivo faz parte da companhia vinculada à Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) e integrará a UPP local. A estratégia é parte do planejamento para pacificar o território, que possui 140 mil habitantes.

 

Leia a matéria no Diário oficial 




Esta notícia foi publicada na Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro
http://www.ioerj.com.br/portal

Endereço desta notícia:
http://www.ioerj.com.br/portal/modules/news/article.php?storyid=4946