Ações auxiliarão na reinserção de dependentes químicos

Data 17/02/2014 10:30:12 | Assunto: Diário Oficial

Parcerias vão ampliar capacidade de acolhimento no estado



O Governo do Estado oficializou na sexta-feira (14/2) quatro iniciativas de políticas públicas no combate à dependência química. As ações vão ampliar a capacidade de acolhimento a dependentes químicos na rede estadual. Um termo de cooperação entre as secretarias da Prevenção à Dependência Química e de Trabalho e Renda facilitará o acesso dos acolhidos a oportunidades de emprego, inclusive oferecendo qualificações, visando a reinserção social.

 Um acordo com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad-MJ) também foi assinado, transferindo a responsabilidade pelo acompanhamento da execução, fiscalização e controle das vagas das comunidades terapêuticas para o Estado.

A previsão é de que o Governo do Estado publique um edital de seleção de comunidades terapêuticas nesta semana para a contratação de vagas de acolhimento e acesso ao tratamento da dependência química. No total serão aproximadamente 500 oportunidades, que se somarão as já 500 disponibilizadas pela Senad, totalizando cerca de mil vagas.

Unidade Modelo de Acolhimento

Está prevista a criação de uma Unidade Modelo de Acolhimento no município de  Valença, no Médio Paraíba.

"No local, vamos trabalhar com a capacitação de gestores de comunidades terapêuticas, utilizando a parceria com universidades", explicou o secretário de Prevenção à Dependência Química, Filipe Pereira.


Leia a matéria no Diário Oficial





Esta notícia foi publicada na Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro
http://www.ioerj.com.br/portal

Endereço desta notícia:
http://www.ioerj.com.br/portal/modules/news/article.php?storyid=3796