Novas tecnologias auxiliam o trabalho policial no estado

Data 04/09/2013 11:57:52 | Assunto: Diário Oficial

Centro Integrado de Comando e Controle e equipamentos de ponta são incorporados ao dia a dia.




O Governo do Estado investe em novas tecnologias para reforçar a área de Segurança. Um marco deste modelo é o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), que funciona 24 horas e reúne equipamentos de última geração para o monitoramento da cidade. Além disso,  os projetos da Subsecretaria de Tecnologia, subordinada à Secretaria de Segurança, inseriram material de ponta ao dia a dia do trabalho policial.

"Atuamos para capacitar tecnologicamente a rotina das polícias. Isto impacta em um atendimento mais eficaz à população", explicou o subsecretário de Tecnologia, Edval Novaes.

No CICC, oito órgãos do município, do Estado e do governo federal contam com recursos tecnológicos para atender às demandas de segurança. O Vídeo Wall, um telão de cinco metros de altura por 17 de comprimento com 98 monitores LED, exibe mapas e as principais imagens da cidade. Além disso, uma Plataforma de Observação Elevada (POE); dois veículos especiais chamados de Centros Integrados de Comando e Controle Móvel (CICCMs) e um aparelho de imageamento aéreo também estão à disposição dos agentes.

A POE usa uma câmera de 360 graus, acoplada a um mastro, que pode captar imagens em alta resolução em um raio de até dois quilômetros de distância. Os CICCMs são veículos especiais equipados com recursos de áudio, vídeo e dados.

Mais agilidade  e eficiência

Há cerca de dois anos, todos os terminais de bordo da Polícia Militar foram substituídos por computadores, com acesso à internet. Os equipamentos, que têm tela tátil e teclado, permitem aos policiais receberem informações das ocorrências,  com a localização georeferenciada e o posicionamento de viaturas.

"A PM utilizava um sistema obsoleto, que foi substituído por telas touch screen. Os militares ainda podem fazer consultas ao portal da segurança, verificando se há mandado de prisão, queixa de roubo ou furto ou qualquer outro tipo de ocorrência", explicou o subsecretário.

Com investimento de R$ 18 milhões, há pouco menos de seis meses, cerca de cem viaturas da Polícia Militar circulam com câmeras que captam imagens em alta definição. Atualmente, seis batalhões testam os equipamentos, que registram as ações dos policiais durante 24 horas. A previsão é de que, até o fim do ano, dois mil veículos, de todos os batalhões do Estado do Rio, ganhem os kits de videomonitoramento.

Simulador treina agentes

A fim de aperfeiçoar o treinamento, a Segurança criou o primeiro simulador de tiros e abordagens das forças policiais do Estado do Rio. Em uma sala especial, cercada por três telas de três metros de altura, os agentes recriam operações em cenários virtuais a fim de praticar disparos e exercitar técnicas de abordagem e enfrentamento. As imagens, que formam um ângulo de 300 graus, são projetadas no espaço equipado para permitir que o profissional possa interagir em situações diversas.

Sensores regulam tiros

O Rio é a primeira capital do país a utilizar a tecnologia norte-americana ShotSpotter (Sistema de Detecção de Tiros). O aparato funciona com 76 sensores sonoros instalados em diversos pontos da Tijuca e do Maracanã, cobrindo uma área de seis quilômetros. Tão logo um tiro de arma de fogo ocorra na área monitorada, o sistema localiza o ponto do disparo (com margem de erro de 10 metros), identifica o tipo de arma e a quantidade de tiros e, em cerca de seis segundos, envia a informação ao batalhão da área e para a Central de Comando, na Secretaria de Segurança.

Equipamentos antibomba

A Polícia Civil conta com equipamentos de tecnologia avançada para aprimorar o trabalho. A Secretaria Extraordinária de Grandes Eventos investiu cerca de R$ 3 milhões, cedidos pelo governo federal, na renovação do equipamento do Esquadrão Antibomba (foto), da Core (Coordenadoria de Recursos Especiais). Robô antiexplosivos, braços mecânicos e uma máquina de scanner portátil, usada para a revista de bolsas e malas fachadas, estão entre os destaques.

Leia a matéria no Diário Oficial.





Esta notícia foi publicada na Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro
http://www.ioerj.com.br/portal

Endereço desta notícia:
http://www.ioerj.com.br/portal/modules/news/article.php?storyid=3081