Logotipo IOERJPágina Principal
domingo, 11 de abril de 2021
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Faetec reforça o caixa das escolas da Rede com o repasse de R$1,5 milhão
em 07/04/2021 10:34:09 (42 leituras)


Divulgação

A Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, destinou R$ 1,5 milhão às unidades escolares da rede para a estruturação de laboratórios que auxiliam na prática das atividades remotas. Esse é o segundo repasse financeiro às unidades em três meses. O primeiro montante, no valor de R$ 8,5 milhões, foi reservado para a adequação dos equipamentos.

 

Neste primeiro momento, serão beneficiadas 28 unidades, com recursos da ordem de R$ 50 mil cada. A decisão de reforçar o caixa, onde há polos abertos, foi tomada pela atual gestão da Faetec visando atender ações de combate à disseminação do novo coronavírus no âmbito escolar. Os recursos podem ser utilizados na readequação dos espaços e na aquisição de insumos que zelem pela segurança dos alunos, além de aprimoramento dos equipamentos tecnológicos dos laboratórios.

 

- O recurso visa dar mais flexibilidade às unidades para que, assim, possam resolver suas necessidades do dia a dia e assegurar as ações de controle sanitário. A gente espera que os alunos consigam ser amplamente atendidos na realização de suas atividades remotas. Para isso, os valores estão sendo repassados em parcela única, considerando a emergência de adotar medidas de segurança no combate ao coronavírus - ressalta o presidente da Faetec, João Carrilho.

 

- É fundamental investirmos em uma infraestrutura que permita que os alunos voltem às aulas com todos os cuidados de higiene necessários para evitar a propagação da covid-19. Além disso, esses recursos também vão possibilitar a modernização dos laboratórios de informática, facilitando o aprendizado dos alunos, sobretudo no que se refere ao ensino remoto. Hoje a Faetec dá um passo importante na construção de um espaço mais inovador e em sintonia com a necessidade de alunos e professores - garante Dr. Serginho, secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Imprimir