Logotipo IOERJPágina Principal
sábado, 6 de junho de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Ações da DCAV marcam Dia Nacional de Combate ao Abuso Infantil e à Exploração Infantil
em 19/05/2020 10:00:19 (64 leituras)


Divulgação

 

No Dia Nacional de Combate ao abuso infantil e à Exploração Sexual infantil, o Portal RJ entrevista o delegado titular da DCAV - Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima, Adilson Palácio. A unidade da Polícia Civil é a responsável por atender casos de violência, maus tratos, exploração ou constrangimento de menores no estado do Rio de Janeiro. Localizada na Lapa, a delegacia foi pioneira na implementação da escuta protegida, além de oferecer um ambiente humanizado às vitimas.

 

Portal: Qual o panorama dos casos de abuso e exploração sexual  neste momento em que o país e o mundo atravessam a pandemia da covid-19?

 

Infelizmente, crianças e adolescentes continuam sendo vítimas deste crime tão bárbaro. Os números de casos têm sido inferiores aos que tínhamos antes da pandemia do covid-19. Isso pode significar uma subnotificação por conta do isolamento social. Além disso, como as pessoas estão mais dentro de casa, talvez existam familiares que estejam, de certa forma, protegendo as vítimas que, em muitas situações, são abusadas por algum parente próximo. Normalmente a violência sexual acontece quando a abusador está sozinho com a vítima.

 

Portal: Por conta do isolamento social crianças e adolescentes tem ficado mais expostos ao ambiente virtual. Que tipo de cuidados os pais devem ter dentro de casa?

 

Neste período  de pandemia, principalmente, as crianças ficam mais expostas  ao ambiente virtual e isto é um risco real porque os pedófilos  se disfarçam por trás de redes sociais e aplicativos.  O recado para os pais é que estejam muito atentos. Monitorem o que seus filhos estão vendo, recebendo  e transmitindo pela internet. Muitas vezes um aplicativo que parece inofensivo ou rede social pode estar sendo usado por pessoas mau intencionadas. As pessoas se fazem passar por alguém, um amigo, por exemplo. Ao perceber que seu filho ou filha foi vítima de um pedófilo pela internet  procure imediatamente a DCAV. Temos policiais treinados e especializados neste atendimento. Busque o apoio da Polícia Civil. No caso de vítima de violência sexual a orientação é a mesma. Busque o apoio e a informação da DCAV.

 

Portal: Que ações a delegacia têm realizado para garantir melhor atendimento a crianças e jovens?

 

No final do ano passado a DCAV fez uma grande operação no combate à pedofilia pela internet. Foram mais de 80 alvos na ação. Agora em 2020 já estamos finalizando uma outra investigação e teremos um grande numero de alvos para serem cumpridos. Além disso, estamos planejando a instalação de uma Sala de Monitoramento de internet, em ambiente virtual  na DCAV para aumentarmos a nossa capacidade de investigação. Também vale destacar que realizamos a expansão do Centro de Atendimento à Criança e ao Adolescente Vítima de Violência em funcionamento no Hospital Pereira Nunes, em Caxias, e teremos um no Hospital Ablerto Torres que deve ser inaugurado após a pandemia.

 

Imprimir