Logotipo IOERJPágina Principal
segunda, 28 de setembro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Novo coronavírus: Portal RJ tira dúvidas sobre a Covid-19
em 20/03/2020 12:14:43 (319 leituras)


 

Por Carolina Perez

20 de março de 2020

 

O Portal RJ listou algumas dúvidas sobre o novo coronavírus e a Secretaria de Estado de Saúde respondeu às principais perguntas que a população fluminense tem feito nas últimas semanas.

Vale ressaltar que é de extrema importância seguir as recomendações das autoridades de saúde para evitar a proliferação da Covid-19 no estado do Rio de Janeiro.

 

O que é coronavírus?

 

Coronavírus é uma família de vírus que causa infecções respiratórias. O mais novo, COVID-19, foi descoberto ano passado na China, mas outros tipos de coronavírus já foram isolados desde 1937 e há mais quatro conhecidos.

 

Como é transmitido?

 

A transmissão do novo coronavírus de pessoa para pessoa acontece pelo ar com secreções respiratórias, como gotículas de saliva, espirro, tosse e catarro. Ou por contato próximo com superfícies contaminadas, como toque em objetos ou aperto de mão. A transmissão pode ocorrer mesmo sem o aparecimento de sinais e sintomas.

 

Quais são os sintomas?

 

São muito semelhantes aos da gripe: febre, queda do estado geral, tosse, coriza e sintomas respiratórios.

 

Como é o tratamento do coronavírus?

 

Não existe tratamento específico para o novo coronavírus COVID-19. São indicados repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas.

 

Como é feito o diagnóstico do novo coronavírus no Rio de Janeiro?

 

A Vigilância Municipal coleta uma amostra de material respiratório do paciente suspeito e a entrega ao Laboratório Central Noel Nutels (Lacen-RJ). No Lacen, o material é dividido em duas partes. Uma parte da amostra é analisada na própria unidade, investigando vírus respiratórios comuns, e a outra é enviada à Fiocruz, que realiza a testagem para o novo coronavírus. Somente o resultado final do Lacen descarta ou confirma os casos.

 

Os casos leves devem são acompanhados pelas vigilâncias municipais, acionando as medidas de precaução domiciliar. Já os casos graves são encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento.

 

Como se prevenir do novo coronavírus?

 

- Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, incluindo o espaço entre os dedos, unhas e punhos;

 

- Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

 

- Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

 

- Evitar contato próximo com pessoas doentes;

 

- Ficar em casa quando estiver doente;

 

- Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo; se não tiver, tampar nariz e boca com a parte interna do cotovelo, nunca usar as mãos;

 

- Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência, como celulares;

 

- Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

 

A que distância preciso estar das pessoas para não me contaminar e não contaminar ninguém?

 

O ideal é manter uma distância superior a 2 metros e evitar estar frente a frente quando não for possível essa distância.

 

Quais são as medidas adotadas nas aeronaves que chegam do exterior?

 

A identificação de pessoas com sinais e sintomas respiratórios para testagem e adoção das medidas cabíveis caso o resultado seja positivo.

 

Que tipo de produto devo usar para limpar a casa?

 

Pode usar desinfetante ou álcool 60% ou mais, além de solução com água sanitária.

 

Estou me sentindo doente. O que devo fazer?

 

Se você tem sintomas de gripe ou resfriado, mas apresenta bom estado geral, fique em casa por 14 dias para evitar a contaminação de outras pessoas. Faça repouso e siga as medidas de higiene para reduzir o risco aos seus familiares.

 

Se você tem piora do estado geral, cansaço ou dificuldade para respirar, procure uma emergência. O médico decidirá se você necessita de internação ou exame para o novo coronavírus.


Bebês e crianças menores de seis anos, gestantes, mulheres que deram à luz há menos de 40 dias, maiores de 60 anos, e pessoas com doenças preexistentes devem ser avaliadas por profissional de saúde caso apresentem febre e sintomas respiratórios.

 

Preciso sair de casa. Devo usar máscara de proteção?

 

Se apresentar sintomas é recomendado o isolamento domiciliar por 14 dias. Se for realmente necessário sair, a orientação é usar máscaras de proteção e evitar ficar próximo de outras pessoas para evitar uma possível transmissão no seu trânsito. Quem tiver contato com casos suspeitos, incluindo profissionais de saúde e familiares, também deve usar máscaras.

 

Se eu já tive o novo coronavírus, posso ter de novo?

 

Os dados mais recentes indicam, até agora, que quem teve uma vez o coronavírus do tipo COVID-19, que é o que está circulando nos países atualmente, não está sendo contaminado novamente. Mas o vírus ainda está sendo estudado.

 

Vitaminas previnem contra a Covid-19?

 

Não existe nenhuma evidência científica de que vitaminas previnem contra o vírus ou impedem o agravamento, caso a pessoa fique doente.

 

O que é melhor: álcool em gel ou lavar as mãos com água e sabão?

 

Tanto a água com sabão como o álcool em gel são medidas eficazes para poder evitar a contabilização pelos vírus respiratórios, entre eles, o novo coronavírus.

 

Estudos mostram que o álcool 60% já alcança ação antimicrobiana, contra bactérias, fungos e vírus. Pode ser em gel ou o líquido, vendido em mercados, mas precisa ser 60% ou mais. No entanto, o segundo resseca as mãos e tem risco de acidentes aumentado. O álcool com teor abaixo de 60% não é eficaz.

 

Vinagre mata o vírus?

 

Cuidado com as fake news. O vinagre não tem efeito sobre o vírus. Portanto, não mata o novo coronavírus.

 

O uso de máscara cirúrgica pode proteger e para quem é interessante usar?

 

O uso de máscara cirúrgica deve ser restrito àquelas pessoas que estão com sinais de sintomas respiratórios. Não deve ser utilizada pela população em geral de uma forma irrestrita.

Imprimir