Logotipo IOERJPágina Principal
quarta, 23 de setembro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Detran leva aulas teóricas de direção a colégios
em 19/06/2018 09:43:00 (354 leituras)


 

As aulas teóricas do projeto Detran nas Escolas começaram. A parceria entre o Detran e a Secretaria de Educação vai oferecer o curso extracurricular de aulas teóricas de direção em 46 escolas de Ensino Médio da rede estadual, 22 delas no interior fluminense. As aulas começaram este mês e a procura foi grande. Ao todo, o projeto vai beneficiar 1.150 estudantes a cada ano letivo.

No Detran nas Escolas, os examinadores do Detran atuam como professores de direção. Ao término do curso, os jovens poderão fazer a prova de legislação no processo para obtenção da carteira de motorista assim que completarem 18 anos e concluírem o ensino médio. No fim do curso, o Detran vai avaliar as escolas e os alunos das 10 mais bem ranqueadas ganharão o direito de fazer as aulas práticas gratuitas na Escola Pública de Trânsito do Detran. Ao todo, serão 250 alunos contemplados.

Formar cidadãos

– O objetivo do Detran vai além das aulas teóricas. Queremos formar os cidadãos para que eles tenham boas condutas no trânsito. Só com a educação no trânsito é que vamos conseguir diminuir o número de acidentes. O Detran nas Escolas é um programa pioneiro que tem tudo para dar certo e ser expandido para outros Detrans de todo o país. É uma oportunidade única para os alunos da rede pública obterem sua primeira Carteira de Habilitação – disse André Mônica, vice-presidente do Detran. 

No Colégio Estadual Pedro I, em Petrópolis, a direção precisou fazer uma seleção entre os estudantes devido à grande procura.

– É uma oportunidade única para os alunos. A receptividade foi ótima. Foi bastante difícil escolher os estudantes. Temos mais de 200 jovens na segunda série do Ensino Médio. Quando apresentamos o projeto, a procura foi grande e tivemos que ter um critério. Usamos o desempenho acadêmico para fazer a seleção – afirmou Andréa Nunes.

Em Petrópolis, a aula semanal acontece às quintas, na parte da tarde, no contraturno escolar. O instrutor Leonardo Freitas está satisfeito com os alunos.

– Apesar de a faixa etária ser 16 anos, eles têm uma maturidade muito boa. Estão focados – explicou o professor.

Alunos de Petrópolis aprovam o projeto

Aluna do segundo ano do Ensino Médio, Ana Clara Lahr se interessou assim que a direção do Colégio Estadual Pedro I, em Petrópolis, ofereceu o curso.

– É uma novidade. É muito interessante. Quando a proposta chegou para gente, aceitei na hora – disse.

Colega de turma de Ana Clara, Arthur Wilbert quer aproveitar as aulas para ir além de retirar sua primeira Carteira Nacional de Habilitação.

– Ultimamente estamos vivendo tempos que as pessoas não estão respeitando as regras do trânsito. Esse curso serve para educar. E ele vai bem além de ter a carteira de motorista. Ele vai ajudar a formar pessoas melhores no trânsito de uma maneira geral – contou o aluno.

Dobro de aulas

O conteúdo didático do curso é maior do que o oferecido pelas autoescolas, e com a carga horária duplicada. Enquanto os alunos daqueles estabelecimentos são obrigados a assistir a 45 horas de lições teóricas, os das escolas estaduais terão 90.

Leia a notícia no Diário Oficial.

Imprimir