Logotipo IOERJPágina Principal
sexta, 18 de setembro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Surf social: Noventa pranchas são entregues aos alunos da rede pública estadual de Saquarema
em 08/05/2017 09:16:01 (490 leituras)


 

A nova geração de surfistas fluminenses ganhou, hoje, um grande incentivo para seguir no esporte. Noventa alunos de sete escolas públicas da rede estadual de ensino de Saquarema foram contemplados com pranchas de surf em uma ação social promovida pela Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) em parceria com a WSL (Liga Mundial). A cerimônia de entrega do material foi realizada na manhã desta sexta-feira (05/05), na praia de Itaúna, na Região dos Lagos, mesmo local que receberá a etapa brasileira do Mundial de Surf, na semana que vem.

- É uma alegria imensa incentivar a iniciação esportiva do surf para os alunos de Saquarema. A cidade, que já respira a modalidade ao longo do ano, vai receber a etapa do Brasil do Mundial de Surf a partir do dia 9. Esporte e educação caminham juntos e, por isso, esta parceria foi fundamental. Nosso país é uma fábrica de talentos no surf e a Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude cumpre o papel de potencializar uma nova geração de esportistas - falou o secretário de Esporte, Lazer e Juventude, Thiago Pampolha.

Além das pranchas, os kits também contêm a malha própria para a prática do esporte e o leash, conhecido também como "cordinha", acessório fundamental para manter a prancha presa ao tornozelo do surfista. A Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) foi a responsável pelo critério de escolha das escolas, que selecionaram estudantes com bom desempenho, assiduidade e participação em projetos, como a Olimpíada de matemática.

- Parabéns aos alunos contemplados, que mostraram que são dedicados e têm perfil no esporte. O Mundial de Surf é um evento internacional, que vai projetar ainda mais o nome de Saquarema para o mundo - afirmou o secretário de Educação, Wagner Victer.

Novos surfistas

Com 18 anos e aluna do Colégio Estadual Oscar de Macedo Soares, Kayane Reis foi uma das ganhadoras da prancha. A jovem, que recentemente se profissionalizou no surf, conta que caiu no mar pela primeira vez aos três anos.

- Meu pai é surfista e foi técnico da Alessandra Vieira, que já participou do circuito mundial. Eu acabei de me filiar à associação de surf profissional. Por isso, ter uma prancha bacana vai melhorar meu desempenho. No fim deste mês, já tenho uma competição na Bahia e já vou treinar com este material - contou Kayane.

Juliano de Oliveira, do CIEP 258 Astrogildo Pereira, era um dos mais ansiosos. O motivo? A prancha do rapaz quebrou há dois dias e ele não tem condições de comprar uma nova.

- Estava bem triste porque minha prancha rachou. Quando soube que eu ganharia uma nova, fiquei muito contente. Comecei no surf tem pouco tempo, em novembro do ano passado, mas na terceira tentativa, já ficava em pé. Meus amigos disseram que levo jeito para o surf, pois eu praticava bodyboard. Agora, acho que vou evoluir bastante - disse o adolescente, de 17 anos.

Pedro Mesquita, representante da WSL no Brasil, lembrou que a ação significa um estímulo para que futuros atletas do Rio de Janeiro possam surgir.

- Este investimento no surf é muito importante para que tenhamos novos talentos. Estamos carentes de surfistas cariocas e fluminenses na elite mundial. A entrega destas pranchas serve para que novos 'Medinas" surjam e possam continuar levando o título mundial para o Brasil - concluiu Pedro.

Leia a notícia no Diário Oficial.

Imprimir