Logotipo IOERJPágina Principal
sexta, 18 de setembro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Governo do Rio de Janeiro lança programa Criança Feliz
em 14/03/2017 09:16:53 (354 leituras)


 

O governador Luiz Fernando Pezão e o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, lançaram ontem, no Palácio Guanabara, o programa Criança Feliz, que prevê visitas domiciliares de profissionais capacitados a beneficiários do Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada (BPC) para estimular o desenvolvimento infantil. A equipe qualificada mostra aos pais a melhor forma de estimular os desenvolvimentos cognitivo, emocional e psicossocial das crianças nos primeiros mil dias de vida.

– Vejo com muita satisfação esse programa, pois sabemos o problema que causa, a longo prazo, a desassistência às crianças. Isso vem ao encontro do que os municípios e o estado precisam. O programa soma e é salutar, e veremos os benefícios a médio e longo prazos – afirmou o governador.

O programa Criança Feliz prioriza gestantes e crianças de até 3 anos beneficiárias do Bolsa Família e crianças de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada. No Estado do Rio, 54 municípios aderiram ao programa. A meta do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário é assistir aproximadamente 25 mil crianças em todas as regiões fluminenses. Segundo o governo federal, 2.469 municípios em todo país já oficializaram sua participação no Criança Feliz.

– Pesquisadores afirmam que até os três anos, uma criança que é bem acolhida e tem muitos estímulos intelectuais terá ganhos na vida adulta, de inteligência e segurança. E que a agressividade das crianças é mais intensa entre dois e quatro anos. Este programa vai ajudar tanto no estímulo intelectual como também poderá ajudar a evitar adultos violentos – disse o ministro Osmar Terra.

A primeira-dama do Estado e presidente do RioSolidário, Maria Lucia Horta Jardim, ressaltou a importância da assistência social nos primeiros anos da infância.

– O RioSolidario cuida de três creches, e existe um estudo que indica que 95% das crianças que frequentam creche não abandonam a escola durante o Ensino Fundamental. Esse dado está associado aos cuidados que se deve ter com as crianças – disse Maria Lucia Horta Jardim.

Método internacional

Em fevereiro, representantes estaduais participaram, em São Paulo, das aulas de capacitação do método desenvolvido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e pela Organização Mundial de Saúde, que será empregado pelo Criança Feliz. Como multiplicadores, eles serão responsáveis por repassar o método do programa, aos supervisores e aos visitadores domiciliares.

– O estímulo na primeira fase da infância é fundamental para que a criança se desenvolva e tenha um aprendizado de qualidade – disse o secretário de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social, Pedro Fernandes.

O trabalho dos visitadores e supervisores será integrado à rede de assistência social dos estados e municípios, envolvendo os Centros de Referência de Assistência Social (Cras). O Estado do Rio contará com seis multiplicadores.

Leia a notícia no Diário Oficial.

Imprimir