Logotipo IOERJPágina Principal
quinta, 1 de outubro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Renda Melhor e Renda Melhor Jovem chegam ao interior
em 25/01/2012 09:19:18 (1554 leituras)


MARICÁ E SILVA JARDIM - Os programas Renda Melhor e Renda Melhor Jovem chegaram ontem ao interior do estado. A escolha do município de Silva Jardim, na Região das Baixadas Litorâneas, para iniciar a nova fase de implementação dos dois pilares do Rio Sem Miséria - plano de erradicação da pobreza extrema no Estado do Rio - é emblemática: a cidade apresenta uma das mais altas taxas de pobreza do estado.

De acordo com a Secretaria de AssistÊncia Social e Direitos Humanos, mais de 20% da população de 21 mil habitantes de Silva Jardim vivem com renda per capita inferior a R$100.

É o caso da família de Nelsina Frazão, de 32 anos. Grávida, ela vive em uma casa alugada com os dois filhos, três enteadas e o companheiro, que está desempregado. Ela pretende utilizar o dinheiro para prover alimentação a seus filhos.

- Sempre está faltando alguma coisa em casa. A ajuda vem em boa hora - disse Nelsina.

Maricá também tem lançamento

Os dois programas também foram lançados ontem no município de Maricá, o 10º da Região Metropolitana a ser incluído no Rio Sem Miséria. A cidade tem o primeiro homem cadastrado no Renda Melhor. Aldo Delrossi Júnior, que cria os três filhos com a ajuda da mãe, recebeu o cartão das mãos do governador Sérgio Cabral.

- Em todas as cidades que lançamos o programa, entregamos o cartão nas mãos de mulheres. Maricá é a primeira em que há um homem cadastrado, o Aldo, que se separou da esposa, mas não abandonou seus filhos. Eles merecem uma vida digna - disse o governador.




•Maricá:

3,7 mil famílias beneficiadas

Investimento de R$325.811 por mês

Renda Melhor Jovem para 464 estudantes

•Silva Jardim:

1,3 mil famílias beneficiadas

Investimento de R$103.646 por mês

Renda Melhor Jovem para 162 estudantes



Até o fim de fevereiro, 51 municípios beneficiados

O plano do Governo do Estado é levar os programas a 51 municípios até o fim de fevereiro. O Renda Melhor, que transfere rendimentos entre R$30 e R$300 a beneficiários do Bolsa Família que vivem com menos de R$100 per capita, irá atender a 300 mil famílias este ano. Os beneficiários recebem o pagamento através de um cartão compartilhado pelos programas estadual e federal.

Já o Renda Melhor Jovem é uma poupança anual para estudantes de famílias contempladas pelo programa Renda Melhor, que estejam matriculados na rede estadual de ensino e tenham até 18 anos.

A jovem Pâmela Quintanilha (foto abaixo), 16 anos, que cursa o segundo ano do Ensino Médio em Maricá, vai investir o benefício em cursos de inglês e preparatório para o vestibular.

- Sem esse dinheiro, não conseguiria pagar os cursos. Quero fazer faculdade para me realizar profissionalmente e dar uma vida melhor para minha família - disse Pâmela.


Imprimir