Logotipo IOERJPágina Principal
terça, 29 de setembro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : 13 milhões
em 24/01/2012 08:50:00 (3186 leituras)



O Programa de Atendimento ao Cidadão e ao Empresário, o Rio Poupa Tempo, atendeu 13.234.377 cidadãos do início do projeto, em 2009, até janeiro deste ano. Coordenado pela Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja), da SEcretaria de Desenvolvimento Econômico, o programa facilita o acesso da população a cerca de 400 serviços.

Em 2011, foram atendidas 6.042.637 pessoas nas cinco unidades do programa: São Gonçalo, na Região Metropolitana; São João de Meriti, na Baixada; Bangu, na Zona Oeste do Rio; Carioca e Central, no centro do Rio. Até o dia 21 de janeiro, os postos tinham realizados 466.430 atendimentos. Entre os serviços mais procurados estão a consulta ao Serasa, emissão de carteira de identidade e pedido e recarga de cartões da Fetrsnpor.

- Um espaço no Cantalo deve receber um Rio Poupa Tempo até o fim de maio. Também está prevista a implantação de unidades na Rocinha e no Complexo do Alemão - afirmou a coordenadora do Rio Poupa Tempo, Fátima Tenório.

Programa também na web

O Rio Poupa Tempo também faz atendimentos na internet. Na web, o público pode solicitar serviços como emissão das carteiras de identidade e requerer abertura e registro de empresas. No site www.rj.br/web/poupatemporj, o cidadão pode tirar dúvidas sobre habitação e utilidade pública, além de conferir os endereços dos postos do programa.



Diversos serviços em um único local

Em um único local, o público pode requerer carteiras de identidade, trabalho e habilitação, além de dar entrada no seguro-desemprego e abrir empresas. Os postos oferecem ainda assistÊncia jurídica e estandes de informações sobre direitos do consumidor e previdência social. O agente da SuperVia Bruno Chagas, 21 anos, aproveitou a hora do almoço para solicitar a nova via da carteira de identidade.

- É tudo muito rápido e prático. Daqui a três dias já estarei com meu documento - afirmou Bruno.

A doméstica Maria do Carmo dos Santos, de 47 anos, aprovou o atendimento em sua primeira ida à unidade.

- Fui ao Procon reclamar de uma cobrança indevida. É muito importante ter uma resposta imediata quando solicitamos um serviço - disse Maria do Carmo.


 

Imprimir