Logotipo IOERJPágina Principal
segunda, 6 de julho de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Integração tarifária Metrô + BRT custará R$ 7
em 21/09/2016 09:16:28 (552 leituras)


 

A integração tarifária para os sistemas de Metrô e BRT custará R$ 7 e começa a valer na segunda-feira (26/9). Em separado, as tarifas custam R$ 4,10 do Metrô e R$ 3,80 do BRT, totalizando R$ 7,90. A medida foi anunciada, durante coletiva de imprensa no Centro de Operações Rio (COR), pelos secretários estadual de Transportes, Rodrigo Vieira, municipal de Coordenação de Governo, Rafael Picciani, e municipal de Transportes, Alexandre Sansão.

Com a integração, os passageiros pagarão R$ 7 para usar os dois modais, utilizando qualquer cartão RioCard cadastrado, com intervalo de até duas horas entre a conexão. A economia será de 11%, o que representa desconto de R$ 0,90 por passagem, ou, ainda, para passageiros que utilizarem duas vezes no dia a integração, uma economia mensal de R$ 39,60, o equivalente a R$ 475,20 ao ano. O benefício é extensivo às linhas alimentadoras do BRT e de Metrô na Superfície e não prevê subsídio público.

As estações que fazem integração com o BRT são Jardim Oceânico, na Barra, e Vicente de Carvalho. A estimativa de redução do tempo de viagem entre Barra e Centro é de cerca de 1h30.

– Essa transação é resultado do trabalho do Estado e da Prefeitura de criar uma infraestrutura de integração e, junto aos operadores do Metrô e do BRT, proporcionar cada vez mais acesso ao transporte de alta capacidade – afirmou Rodrigo Vieira.

Para ter direito ao benefício, o usuário deve obter o cartão e realizar o cadastro nos postos de atendimento da RioCard ou através do site www.cartaoriocard.com.br.

Linha 4 recebeu 65 mil pessoas na abertura

Aberta na segunda-feira (19/9) à população, a Linha 4 do Metrô transportou 65 mil pessoas. Cinquenta mil passageiros acessaram o trecho em uma das cinco estações (Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental, São Conrado e Jardim Oceânico) e 15 mil fizeram transbordo em General Osório, onde há conexão com a Linha 1. A estação que registrou maior demanda foi Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca, com 15 mil acessos.

Leia a notícia no Diário Oficial.


Imprimir