Logotipo IOERJPágina Principal
segunda, 6 de julho de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Hipismo: da equoterapia às provas paraolímpicas
em 20/09/2016 09:22:26 (365 leituras)


 

Da equoterapia às disputas no hipismo paralímpico. Este tem sido o caminho de atletas que participaram da Rio 2016. O método terapêutico e educacional, que utiliza o cavalo em uma abordagem multidisciplinar para o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência, tem ajudado a técnica e diretora da Confederação Brasileira de Hipismo, Marcela Parsons, a descobrir talentos.

Marcela é a responsável pelos treinos de Vera Mazzilli e Sergio Oliva, que participaram da Paralimpíada nas provas de adestramento grau IA, que reúnem atletas com limitações nos quatro membros e no tronco.

Vera, hoje com 65 anos, fazia equoterapia por insistência da família. Ela, que tem uma deficiência congênita que provoca perda da potência muscular e contrações involuntárias, entrou para o esporte com 54 anos, e participou agora de sua primeira competição paralímpica.

A Polícia Militar mantém o Centro de Equoterapia no Regimento de Polícia Montada. Atualmente, o espaço atende 98 crianças com deficiências físicas e intelectuais.

O local conta com consultórios equipados para prestar assistência nas áreas de fisioterapia, psicologia, medicina e fonoaudiologia.

Leia a notícia no Diário Oficial.

Imprimir