Logotipo IOERJPágina Principal
segunda, 6 de julho de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Estádio de Remo da Lagoa recebe a Paralimpíada
em 12/09/2016 09:11:39 (381 leituras)




 Após obras de melhoria que ficarão de legado para a população, o Estádio de Remo da Lagoa recebeu provas dos Jogos Paralímpicos Rio 2016. Na sexta-feira (9/9), a fase eliminatória em três categorias de remo, que reuniu 96 atletas, sendo quatro brasileiros, foi finalizada. A final da modalidade para os atletas que movem o barco somente com os braços e ombros aconteceu ontem. O estádio também será a sede da canoagem de velocidade paralímpica, que começa na quarta-feira (14/9).

– Muito bacana saber que o público está comparecendo às competições, principalmente nas instalações do Governo do Rio, as quais receberam novas infraestruturas para maior conforto e segurança da torcida e dos atletas – disse o secretário de Esporte, Lazer e Juventude, Marco Antônio Cabral.

Com três fases, o projeto de revitalização do espaço abrangeu a construção de uma nova torre de chegada e reforma das garagens para os barcos; implantação de infraestrutura para raias e torres de cronometragem; e aquisição de estruturas flutuantes para treinamentos e competições.

De vidro, a torre de chegada tem quatro andares no modo competição: os dois primeiros, de legado permanente, para atender eventos de menor porte; e os dois últimos, que podem ser adicionados como estruturas temporárias, para competições maiores.

– O remo e a canoagem ganharam um legado considerável: as raias albano, que são de alta precisão, além dos decks de partida e as novas garagens para guardar as embarcações – ressaltou o secretário da Casa Civil, Leonardo Espíndola.

Novas instalações

A dupla Michel Pessanha e Josiane Lima, da Double Skiff, elogiou as instalações do estádio de Remo.

– Viajo para competir no mundo inteiro e nunca encontrei nada como esta estrutura feita aqui. A instalação é de primeiro mundo – explicou Michel.

Clélio Leme, de 54 anos, é de São Paulo e veio ao Rio de Janeiro com a esposa, a filha e o genro para assistir aos Jogos Paralímpicos Rio 2016. A família, que ainda tem ingressos para outras modalidades, aprovou a instalação.

– Está muito bem organizado. Não conhecia o Estádio de Remo da Lagoa e achei muito bonito – afirmou Clélio.

Leia a notícia no Diário Oficial.

Imprimir