Logotipo IOERJPágina Principal
terça, 29 de setembro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Fashion Rio é exemplo de sucesso da cadeia criativa fluminense
em 11/01/2012 14:40:00 (1301 leituras)


O secretário de Desenvolvimento Econômico, Julio Bueno, destacou ontem, durante a abertura do Salão de Negócios de Moda e Design do Fashion Rio, o Rio-à-Porter, a importância da indústria criativa para o estado. Segundo estudo feito pela Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro), o Rio de Janeiro tem uma participação maior de profissionais nesta cadeia do que a média nacional: enquanto em todo o País 1,8% do total dos trabalhadores formais está empregado na indústria criativa, em território fluminense a concentração é de 2,4% do total.

Além disso, o Estado do Rio é o que apresenta a melhor remuneração neste segmento. A média mensal é de R$1,66 mil, 42% maior do que a nacional, de R$1,17 mil. Se considerada apenas a capital, a média é ainda maior: R$2,182 mil.



As mais diversas atividades que compõe esta indústria correspondem no Rio a 17,8% do PIB estadual, ou R$54 bilhões. O ramo televisivo é o maior destaque na cadeia do estado, mas merecem a atenção a moda, arquitetura e design, que, juntos, somam o maior número de estabelecimentos e postos de trabalho.

- Há no estado cerca de 50 mil pessoas trabalhando diretamente na indústria da moda. Isso faz a economia girar de alguma maneira, com a compra, a venda, a fabricação do tecido, o estilista, os desfiles, as exportações. Se considerada toda a cadeia, a indústria da moda emprega cerca de 200 mil pessoas no estado - disse o secretário Julio Bueno.

Para incentivar a expansão desta cadeia, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico aprovou projeto para reduzir o ICMS para a indústria de confecção e têxtil, além de ter presença ativa junto aos Arranjos Produtivos Locais.

- A indústria têxtil possui hoje no estado a menor tributação, de 2% do ICMS. Além disso, estamos atuando junto com o município e governo federal para incentivar cada vez mais todos os nichos da economia criativa - disse o secretário.

Eventos de moda geram bons negócios

A 19ª edição do Rio-à-Porter vai até sexta-feira (13/1) na Casa Firjan da Indústria Criativa, em Botafogo. Importante ferramenta de marketing, relacionamento e plataforma lançadora de tendência, o salão oferece infraestrutura para que expositores e compradores do setor realizem negócios.

RIOSOLIDARIO apoia artesãos no Senac Rio Fashion Business

A 19ª edição do Senac Rio Fashion Business, que deve movimentar cerca de R$1,5 milhão e atrair compradores nacionais e estrangeiros para o Jockey Club do Rio de Janeiro, na Gávea, conta com a participação do RIOSOLIDARIO - Obra Social do Rio de Janeiro. A instituição apoia seis artistas plásticos no evento dedicado à divulgação de produtos e à concretização de negócios. Já no primeiro dia de eventos, os artesãos selecionados pela ONG fizeram contatos e fecharam negociações.

- Já tivemos vendas concretizadas e acho que até sexta-feira teremos mais produtos sendo divulgados e vendidos - disse o artista plástico Cocco Barçante, que expõe no Senac Rio Fashion Business 12 painéis produzidos com pintura em tecido, além de roupas, malas de viagem, entre outros acessórios.

Imprimir