Logotipo IOERJPágina Principal
quarta, 30 de setembro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Rio Rural incentiva mais de 100 práticas sustentáveis no campo
em 14/07/2016 09:20:11 (689 leituras)




O programa Rio Rural, da Secretaria de Agricultura e Pecuária, apoia, desde 2006, os pequenos agricultores para promover o desenvolvimento rural sustentável e participativo nas microbacias hidrográficas, espaços geográficos delimitados pelas redes hídricas (rios, córregos e aquíferos).

Os recursos são provenientes de financiamento do Banco Mundial. Em 2015, o Rio Rural foi destaque na COP21, a conferência internacional que mobiliza os países para discutir ações necessárias ao enfrentamento das mudanças climáticas.

Até 2018, o Rio Rural vai investir US$ 233 milhões nas ações de desenvolvimento, em 366 microbacias de 72 municípios. Hoje, mais de 100 práticas sustentáveis são incentivadas.

Confira as principais técnicas:

Proteção de nascentes - Permite a regeneração natural das matas, ajudando a captar e a fixar água da chuva. A proteção evita que o gado pisoteie e contamine a área, melhorando a qualidade dos mananciais. A água das nascentes serve para o consumo das famílias e para a agricultura.

Apicultura - A produção de mel e derivados é uma atividade de geração de renda para as famílias rurais. Os insetos ajudam na polinização, contribuindo ainda para a diversificação genética das lavouras e das plantas nativas. Para que a apicultura dê certo, é preciso reduzir o uso de agrotóxicos.

Pastoreio rotacionado - Utilizada em sistemas sustentáveis de produção de leite, a técnica inclui área demarcada por piquetes, onde o produtor desloca os animais diariamente, de modo que permaneçam apenas um dia por mês em cada piquete. Esta tecnologia respeita o tempo de crescimento das gramíneas.

Saneamento básico - O modelo adotado pelo Rio Rural é dimensionado para uma residência com até cinco moradores e reúne três caixas interligadas. Além do baixo custo, a tecnologia é de fácil manutenção, já que exige apenas a adição mensal de mistura de água e esterco bovino fresco.

Rotação de culturas - A rotação de culturas consiste em plantar espécies vegetais diferentes alternadamente, no mesmo terreno. Essa técnica permite que as plantas absorvam os nutrientes do solo de forma diferenciada a cada ciclo, o que diminui o risco de exaustão das terras.

Recuperação de mata ciliar - Mata ciliar é toda vegetação localizada às margens dos rios e córregos e serve de proteção, preservando sua integridade e a biodiversidade. Evita a erosão às margens dos corpos hídricos, diminuindo a velocidade das águas e o risco de assoreamento. 

Área de recarga - A retenção da água no solo é fundamental para a saúde dos ecossistemas e também para a produção agropecuária. Ao cair em uma área coberta pela vegetação, a chuva infiltra na terra e reabastece o lençol freático, possibilitando o afloramento de nascentes, provendo água em abundância para quem vive no campo e nas cidades.

Sistema silvipastoril - É a melhor forma de garantir a sustentabilidade e rentabilidade econômica na pecuária, porque integra a criação de animais, agricultura e floresta no mesmo espaço.  A sombra das árvores proporciona conforto térmico para os animais, que gastam menos energia e produzem mais leite. Os ganhos ambientais se dão com a retenção de água no solo, que fica mais rico, sem contar a captação de carbono pelas árvores e pelo capim. 

Leia a notícia no Diário Oficial.

Imprimir