Logotipo IOERJPágina Principal
quinta, 14 de novembro de 2019
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Programa Renda Melhor ganha prêmio internacional
em 17/05/2016 09:37:09 (803 leituras)




O Programa Renda Melhor, elaborado pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, foi contemplado com o prêmio Boas Práticas Regionais, concedido pela Organização das Regiões Unidas – Fórum Global de Associações de Regiões (ORU-Fogar). A premiação aconteceu durante a 7ª Assembleia Geral da ORU-Fogar, que ocorreu no Rio de Janeiro, durante os dias 14 e 15 de abril.

Atualmente, o Rio Sem Miséria trabalha de forma integrada com o governo federal e 91 municípios do estado. São mais de 211 mil famílias beneficiadas, contemplando 1.018.736 pessoas.

A subsecretária de Integração de Programas Sociais, Lúcia Modesto, afirmou que o Rio de Janeiro é um exportador de ações públicas para outras partes do Brasil e que é uma honra receber o prêmio.

– Essa premiação é um reconhecimento ao esforço que o Governo do Rio vem fazendo para integrar a população mais pobre em seu projeto de desenvolvimento –  explicou Lúcia.

As famílias atendidas pelo Renda Melhor são as que mais precisam de um apoio para superar a situação de pobreza. Os benefícios variam de R$ 30 a R$ 300, de acordo com a situação e severidade da condição de vida de cada família.

Moradora de Rio do Ouro, em São Gonçalo, Antônia Cardoso de Souza, de 42 anos, é casada e mãe de três filhos, sendo dois em idade escolar. Ela é beneficiária do Renda Melhor há três anos e recebe R$ 247 mensais.

Antônia afirma que a situação financeira da família ficou difícil desde que ela e o marido ficaram desempregados.

– Esse dinheiro possibilita pagar um curso de inglês e de informática para melhorar a qualidade de vida dos meus filhos – disse Antônia.

Alessandra Moura Bastos, de 42 anos, mora no bairro Santa Catarina, em São Gonçalo, com os quatro filhos e o marido.  Beneficiária do Renda Melhor há um ano, ela trabalha em empresa de aplicativos on-line.

– Meu marido está desempregado. O benefício veio em boa hora. Graças a Deus, o Renda Melhor ajuda a complementar a alimentação – afirmou Alessandra.

O Governo do Rio não classifica a miséria apenas por meio de baixa renda mensal. Segundo os critérios do programa,  a situação de pobreza também é aferida pela falta de acesso à moradia adequada, à educação e à saúde.

Sobre o prêmio

A premiação é o reconhecimento do programa executado pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos como parte integrante do Plano de Erradicação da Pobreza Extrema no Rio de Janeiro. O objetivo é assistir, com benefício financeiro, às famílias integrantes do programa Bolsa Família, do governo federal. O Governo do Rio visa, assim, alinhar-se ao desafio nacional pela superação da pobreza extrema, lançado pelo Plano Brasil Sem Miséria.

O prêmio reconhece uma atividade ou processo empreendido por uma autoridade local/regional que produz resultados notáveis na gestão pública. Além disso, o projeto pode ser replicado em outras organizações para melhorar a sua eficácia.

Leia a notícia no Diário Oficial.

Imprimir