Logotipo IOERJPágina Principal
quinta, 14 de novembro de 2019
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Lapa Presente supera marca de 20 mil acolhimentos
em 09/05/2016 09:19:13 (520 leituras)




Montada em frente aos Arcos da Lapa, a tenda da Operação Lapa Presente, da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, já se tornou ponto de referência para pessoas em situação de vulnerabilidade social. A ação permanente, que tem o objetivo de garantir a segurança e o direito de ir e vir de quem trabalha e frequenta a região do Rio Antigo, ocupa também a função de atender a moradores de rua e pessoas que buscam algum tipo de orientação e não têm moradia fixa. Lançada ainda em 2014, a ação já ultrapassou a marca de mais de 20 mil acolhimentos.

“O trabalho é feito em conjunto com a Secretaria municipal de Desenvolvimento Social. Estas pessoas são direcionadas diariamente aos abrigos da Prefeitura. Muitas nasceram na cidade do Rio e há aquelas que vêm de outras cidades do estado ou mesmo de outras localidades do país”, contou o coordenador da operação, capitão Mairon Bandeira.

Pessoas de diversas idades procuram os profissionais da equipe de assistência social do Governo do Estado com o intuito de conseguir abrigo, tratamento para dependência química, orientação para a expedição de documentos e encaminhamento para vaga de emprego.

A escuta daqueles que, muitas vezes, passam por situações de penúria, entre outras dificuldades, é a principal forma de entendimento das situações enfrentadas por quem saiu de casa ou mesmo de cidade.

“Aqui, na base da operação, estas pessoas que se enquadram no perfil de vulnerabilidade social são atendidas individualmente, cadastradas e encaminhadas para o acolhimento ou centros de recuperação. A maioria nos procura para ir para os abrigos”, explicou a assistente social do Governo do Estado, Simone Sarmento.

O grupo de assistentes sociais da Operação Lapa Presente tem realizado palestras de orientação, quinzenalmente, às segundas- feiras. Os temas abordados são autoestima, valorização da vida, mercado de trabalho, importância da documentação, Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), entre outros assuntos. Um lanche é servido após os encontros.

“Trazemos sempre um profissional convidado que possa falar sobre algum tema relevante para este público. Queremos conscientizá-lo e orientá-lo”, ressaltou a assistente social do Governo do Estado, Jussara Faria de Campos.

CONTINUA NA PÁGINA 4

Leia a notícia no Diário Oficial.

Imprimir