Logotipo IOERJPágina Principal
segunda, 27 de janeiro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Theatro Municipal do Rio encerra a temporada 2015
em 16/12/2015 09:17:42 (516 leituras)



A Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro, vinculada à Secretaria de Cultura, encerra a temporada 2015 com o balé O Messias, que leva a assinatura do maestro André Cardoso. O espetáculo foi criado pelo coreógrafo argentino Mauricio Wainrot, com base em 32 temas do oratório homônimo de George Friedrich Händel e tem libreto de Charles Jennens. Serão nove récitas com o balé, o coro e a orquestra sinfônica do Theatro Municipal nos dias 17, 18, 19, 20, 22, 23, 27, 29 e 30 deste mês.


“Nada melhor para encerrar um ano tão especial do que reunirmos, em uma mesma produção, os três corpos artísticos do Theatro Municipal. Melhor ainda quando a obra apresentada é um dos pilares do período Barroco, como O Messias, de Händel. Balé, coro e orquestra sinfônica se juntam na versão coreográfica deste oratório, criada por Maurício Wainrot”, disse André Cardoso, diretor artístico do teatro.


A obra é abstrata e tem uma atmosfera espiritual, que toca tanto ao público como os intérpretes. No palco, a primeira bailarina Claudia Mota e os primeiros solistasCarolina Neves, Deborah Ribeiro, Karen Mesquita, Priscila Albuquerque, Priscilla Mota, Renata Tubarão, Cícero Gomes, Edifranc Alves, Filipe Moreira, Moacir Emanoel e Rodrigo Negri irão se revezar nos solos.


O balé do Theatro Municipal tem como regentes as primeiras bailarinas Ana Botafogo e Cecília Kerche. Além do balé , do coro e da orquestra sinfônica, também fazem parte do grandioso elenco desta produção as sopranos Lina Mendes e Veruschka Mainhard, as mezzo-sopranos Carolina Faria e Luciana Costa et Silva, os tenores Aníbal Mancinie André Vidal e os barítonos Inácio de Nonno e Daniel Germano, sob a regência do maestro Silvio Viegas.


“Inspirado na bela música de Händel, que fala sobre espiritualidade, O Messias tem coreografia desafiadora e dinâmica, que exige domínio técnico dos bailarinos”,  afirmou Ana Botafogo.


Leia a notícia no Diário Oficial

Imprimir