Logotipo IOERJPágina Principal
terça, 29 de setembro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Cultura firma parceria para ampliar acesso ao teatro
em 25/05/2015 09:32:13 (766 leituras)



O Governo do Estado – por meio da Secretaria de Cultura e da Lei Estadual de Incentivo à Cultura –, o Sesc e o Oi Futuro firmaram uma parceria inédita para democratizar o acesso ao teatro fluminense, possibilitando uma ampla circulação de espetáculos por diversas regiões. 

Com o projeto, o Sesc, que possui a maior rede de teatros do estado, vai abrigar em suas salas oito peças inéditas, selecionadas no programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados de 2015. Assim, além das temporadas de estreia nos teatros do Oi Futuro no Flamengo e em Ipanema, as peças serão montadas em unidades do Sesc na capital, na Baixada Fluminense e no interior.

“É uma estratégia criativa para chegar aos municípios mais distantes e uma forma de reunir cada vez mais instituições em prol do fomento da cultura no estado” disse a secretária de Cultura, Eva Doris Rosental.  

Democratização das artes cênicas

A partir da parceria pioneira, a quantidade de pessoas que assistirá às montagens teatrais nas unidades poderá ser até seis vezes maior do que o inicialmente previsto com as apresentações apenas nos centros culturais do Oi Futuro no Flamengo e em Ipanema.

“As instituições reforçam sua vocação para a democratização do acesso à cultura e dão um passo à frente no desafio de ampliar seu público, ultrapassando o espaço dos nossos centros culturais e levando arte para outras praças e plateias” disse o presidente do Oi Futuro, José Augusto da Gama Figueira.

A parceria vai abranger três peças dirigidas para o público adulto e cinco infantis. A proposta acordada com a Secretaria de Cultura estipula que os espetáculos infantis deverão realizar 24 sessões no Oi Futuro e 25 nas unidades do Sesc Rio, e as peças adultas terão que cumprir 32 sessões no Oi Futuro e 33 nas unidades do Sesc.

Os espetáculos participantes são Labirinto; A menina do dedo torto; Todo vagabundo tem seu dia de glória; Forró miudinho; A lenda do vale da Lua; A árvore que fugiu do quintal; Sentimental; e Buscado.

“O Sesc vem investindo em uma expressiva programação de artes cênicas” explicou o diretor Mauro Rego.


Leia a notícia no Diário Oficial
Imprimir