Logotipo IOERJPágina Principal
quinta, 1 de outubro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Cursos de graduação a distância beneficiam 40 mil pessoas
em 20/05/2015 09:07:58 (691 leituras)



Os cursos de graduação a distância oferecidos pelo Consórcio Cederj da Fundação Cecierj, órgão vinculado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, estão beneficiando cerca de 40 mil pessoas em todo o estado. A partir de julho, 7.749 vagas vão ser preenchidas em 15 graduações, ampliando o número de contemplados.

“ As pessoas procuram os nossos cursos, principalmente, porque trabalham. As qualificações têm um formato muito adequado, onde os alunos podem ser ‘senhores do próprio tempo’ com a nossa metodologia. Também contamos com muitos moradores do interior, em cidades onde não existem universidades. Nossos cursos são reconhecidos no mercado e certificados pelo Ministério da Educação”, afirmou o presidente da Fundação Cecierj/Consórcio Cederj, Carlos Bielschowsky.

Para a estudante Valéria Lima, de 47 anos, o curso a distância de Pedagogia oferecido pelo Cecierj foi a melhor alternativa para que a mãe de três filhos conciliasse a vida doméstica e o trabalho como professora de reforço escolar na comunidade onde vive, no Parque da Cidade, na Gávea. Cursando o 7° período, Valéria já pensa em realizar uma pós-graduação em Psicopedagogia, logo que encerrar os estudos no curso vinculado à Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), uma das instituições integradas ao consórcio. Valéria esclarece suas dúvidas com tutores no Polo Rocinha, núcleo do Cederj localizado perto de sua residência.

Disciplina diária

“Era um sonho que não acreditava poder realizar. Sempre fui disciplinada, mas tive que aumentar a minha atenção porque é preciso estudar diariamente, no mínimo durante uma hora para poder acompanhar as disciplinas”, disse Valéria, que estuda ao lado da filha Camila, que cursa Turismo a distância.

Moradora do município de Nova Iguaçu, Ana Carla Silva de Almeida, de 30 anos, decidiu se formar em Administração Pública. Cursando o 9° período, ela ainda pretende fazer concurso público. Para Ana, a economia com material didático e a possibilidade de conciliar estudo e trabalho são fundamentais.

“Estou gostando muito, acho organizado. Faço uma grande economia com livro didático e o ensino é de qualidade”, disse a aluna.


Leia a notícia no Diário Oficial

Imprimir