Logotipo IOERJPágina Principal
quinta, 1 de outubro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Mais de 90 pontes são reconstruídas na Região Serrana
em 22/04/2015 09:30:40 (728 leituras)


PETRÓPOLIS E SUMIDOURO – O Governo do Estado está reconstruindo 92 pontes na Região Serrana, beneficiando o escoamento da produção agropecuária e industrial dos municípios prejudicados pelas enchentes de janeiro de 2011. Na segunda-feira (20/4), o governador Luiz Fernando Pezão e uma equipe do Estado vistoriaram 24 acessos importantes das cidades de Petrópolis e Sumidouro, reconstruídos em parceria com o governo federal e o Banco Mundial. No início do mês, o governador inspecionou pontes em Teresópolis, Nova Friburgo e Bom Jardim. 


 

“Estou muito satisfeito em retornar a essa região e ver a qualidade das pontes que estão devolvendo a cidadania e a dignidade para a população. Quero ir a todas as pontes que reconstruímos e assumir o compromisso de erguer outras, substituindo as de madeiras por essas de cimento, gerando economia para as cidades”,  disse o governador.

 

Foram aplicados R$ 101,7 milhões na reconstrução das 92 pontes. As obras estão sendo executadas pelas secretarias de Obras e de Agricultura e pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Do total, já foram entregues 82 pontes e as 10 restantes deverão ficar prontas ainda este ano. Além dessas 92, o DER e a Secretaria de Agricultura reconstruíram outros acessos e pontilhões, com recursos próprios.

 

Em Sumidouro, foram vistoriadas 16 pontes, 12 reconstruídas pela Secretaria de Agricultura e quatro pelo DER: Dona Mariana sobre o Córrego Vermelho I e II; Sertão da Cascata; Caramandu; Soledade II; Benfica; Botafogo; sobre o Rio Lambari; São Lourenço de Cima; São Lourenço de Baixo; sobre o Rio Paquequer I e II; sobre o Córrego da Porteira Verde; Piedade; Soledade III e Soledade continuação.

 

No município, as antigas pontes de madeira foram substituídas por estruturas de alvenaria, aumentando a segurança da população e garantindo o escoamento da produção de hortaliças, frutas e carnes.

 

“Estou muito feliz com as pontes novas. As antigas eram de madeira e caíam quando chovia forte”, afirmou o produtor rural de São Lourenço, Alan da Silva, de 30 anos. 

 

Leia a matéria no Diário Oficial 
Imprimir