Logotipo IOERJPágina Principal
terça, 29 de setembro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Faetec contribui para a inserção de jovens no mercado de trabalho
em 08/04/2015 09:32:40 (672 leituras)


 Com cerca de 90 mil alunos, os 48 Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) do Governo do Estado, coordenados pela Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), vinculada à Secretaria de Ciência e Tecnologia, contribuem para a inserção de jovens no mercado de trabalho. 


 

Distribuídos por todas as regiões fluminenses, as unidades oferecem cursos técnicos profissionalizantes nas mais diversas áreas de atuação. Somente no passado foram inaugurados dez CVTs no estado. A previsão é de que outros centros sejam instalados ainda este ano, entre eles o Centro Vocacional Tecnológico do Complexo da Maré.

 

“Os CVTs formam milhares de profissionais conforme a especificidade de cada região, nas mais variadas áreas, do setor Naval ao de Serviços, ampliando a chance de emprego e de aumento na renda da população”, explicou o presidente da Faetec, Wagner Victer.

 

Formada em Moda, Maria Isa dos Santos Ferreira, de 30 anos, concluiu o curso na rede da Faetec. Hoje, ela é dona de seu próprio negócio, na Baixada Fluminense, e conquistou a autonomia tão sonhada.

 

“ Aprendi bastante no CVT. O curso foi muito bom para mim. Os centros preparam para o mercado de trabalho, em áreas variadas. Além disso, o ensino é gratuito. Atualmente, trabalho com a minha cunhada. Fazemos desde bainha até vestido de noiva.  Já estamos com muitos clientes”, disse a profissional.

 

Formado no Centro Vocacional Tecnológico de Duque de Caxias, também na Baixada Fluminense, Douglas Moreira Souza, de 33 anos, comemora o novo emprego. O jovem que se formou como Soldador Mig-Mag atua hoje em uma empresa internacional  no setor Off-Shore. 

 

A realização profissional, segundo ele, só foi conquistada quando decidiu se 

qualificar.

 

“A formação no CVT fez toda a diferença na minha vida profissional. Trabalhava como auxiliar em diversos setores e seguimentos, mas não era um profissional antes de realizar o curso de soldador.  Agora, atuo  em uma grande companhia, viajo bastante e estou realizado. Minha vida financeira também melhorou. A rede de CVTS é importante para a inserção de jovens e adultos no mercado, já que os cursos oferecidos estão focados nas demandas das empresas”,  afirmou o soldador.

 

Leia a matéria no Diário Oficial
Imprimir