Logotipo IOERJPágina Principal
quarta, 16 de outubro de 2019
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Casa do Trabalhador incentiva empreendedorismo entre mulheres
em 29/10/2014 09:43:06 (1215 leituras)



Criada pelo Governo do Estado há pouco mais de um ano, a Casa do Trabalhador de Manguinhos, na Zona Norte do Rio, tem incentivado mulheres da comunidade a criarem microempreendimentos e a se capacitarem para gerar renda.

Além de oferecer cursos de qualificação voltados para as áreas Administrativas e de Gestão – como os de Assistente de Administração, Educação Orçamentária e Departamento Pessoal – o espaço conta com o projeto Microempreendedorismo para Mulheres. Realizada pela Secretaria do Trabalho, em parceria com o Sebrae e o Rotary Internacional,  a iniciativa reúne cursos, workshops, oficinas e consultoria para elaboração de plano de negócios. A Casa do Trabalhador também organiza, mensalmente, palestras sobre mercado de trabalho e de gestão de negócios para os alunos da unidade.

"O objetivo da Casa do Trabalhador é qualificar e preparar os moradores da comunidade para o mercado de trabalho. Cerca de 70% dos nossos alunos são mulheres que voltaram a estudar, querem aprender um novo ofício ou desejam abrir um micronegócio. A unidade capacita e fornece orientações para que os alunos corram atrás de seus objetivos, descubram seus talentos e vocações, e se realizem profissionalmente", explicou a coordenadora da Casa do Trabalhador, Silmara Leandro.

Moradora de Manguinhos há 14 anos, Simone dos Anjos, de 48 anos, abriu uma pensão onde vende quentinhas no bairro Mandela, após frequentar o curso de Assistente Administrativo e assistir às palestras sobre empreendedorismo na Casa do Trabalhador. Criado há mais de cinco meses, o negócio já gera lucros para a microempresária.

"Senti necessidade de abrir um negócio próprio que pudesse ajudar nas despesas de casa. Deu tão certo que meu marido deixou seu emprego informal para trabalhar comigo. Vendemos cerca de 70 quentinhas por dia. Graças às aulas e ao apoio da Casa do Trabalhador, me capacitei para cuidar da parte administrativa do negócio. A qualificação mudou a minha vida e a da minha família", disse Simone.

Após fazer cinco cursos de qualificação na Casa do Trabalhador, Dayana Lilian da Silva, de 32 anos, já pensa em inaugurar um minimercado em Manguinhos.

"Sonho em abrir um pequeno mercado na comunidade. Na Casa do Trabalhador, já fiz cursos de Assistente de Administração, Informática, Cozinha Brasil e até de Manicure e Maquiagem. Sei que todos estes conhecimentos serão úteis para o meu próprio negócio  no futuro", afirmou Dayana Lilian.

Com 10 salas e capacidade para atender 800 pessoas por dia, a unidade de Manguinhos oferece mais de 20 cursos de formação, ensino para Jovens e Adultos (EJA), palestras e oficinas para alunos da comunidade pacificada, além de orientação jurídica, serviços de emissão de carteira de trabalho, balcão de vagas e cadastro para seguro-desemprego. Aproximadamente 20 mil moradores foram beneficiados com cursos de qualificação e 15 mil cadastrados para vagas de emprego. O espaço tem parceria com diversas instituições. 

Estado amplia projeto em áreas pacificadas- Além de Manguinhos, o Governo do Estado também abriu unidades na Rocinha, nas comunidades do Complexo do Alemão e da Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha. Na Cidade de Deus, a Casa do Trabalhador já está funcionando.

"As oportunidades são criadas no próprio local onde os cursos acontecem. Os alunos já saem com perspectiva de inserção no mercado profissional. Também realizamos duas feiras de emprego que geraram cerca de 5 mil postos de trabalho. Começamos com quatro parceiros e 14 cursos. Atualmente, são 14 parcerias e 40 qualificações", explicou o secretário de Trabalho, Sérgio Romay.


Leia a notícia no Diário Oficial

Imprimir