Logotipo IOERJPágina Principal
terça, 22 de setembro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Operação Lei Seca intensifica ações fora da Região Metropolitana
em 24/02/2014 09:44:28 (883 leituras)



NOVA FRIBURGO – A Operação Lei Seca (OLS), realizada pelo Governo do Estado desde 2012 nos municípios do interior, começou o ano de 2014 intensificando o número de ações. Desde janeiro, a operação abordou cerca de três mil motoristas, durante mais de 30 blitzes em 19 municípios das regiões dos Lagos, Serrana, Norte e Sul Fluminense. Nas ações, mais de 400 carteiras de habilitação foram recolhidas.

"Estamos aumentando a frequência das operações no interior. No ano passado, tivemos uma redução de 30% na taxa de alcoolemia durante as blitzes no estado. A população está mudando seu comportamento e contribuindo para um trânsito mais seguro", disse o coordenador da Operação Lei Seca, major Marco Andrade.

Meta é dobrar número de operações no interior

Ainda segundo o major, no ano passado foram realizadas cerca 80 blitzes, em mais de 40 municípios do estado. A meta para 2014 é dobrar o número de operações, com o mínimo de quatro ações semanais.

Trabalhos de conscientização no interior estão acontecendo de duas a três vezes por semana, com a presença de três cadeirantes e um coordenador. Desde 2009, mais de 700 palestras foram realizadas em todo o estado, a fim de reforçar os riscos da mistura de álcool e direção.

Para o personal trainer Carlos Alexandre Gripe, a OLS já demostrou resultados que comprovam a sua importância.

"As pessoas no interior relaxam mais em relação à combinação alcool e direção porque não estamos tão acostumados com estas operações. Estas ações são importantes", disse Carlos.


Conscientização nos blocos

Cerca de 20 agentes da Operação Lei Seca (OLS) realizaram, no sábado (23/2), ação de conscientização no Bloco Simpatia é Quase Amor, no bairro de Ipanema, na Zona Sul. No local, foram distribuídos adesivos e ventarolas aos foliões para lembrar que a mistura de álcool e direção pode provocar acidentes com vítimas fatais. Os já populares homens-balões também participaram da campanha cujo slogan é “nunca dirija depois de beber”.

Moradora de Mongaguá, São Paulo, Priscila Russo, de 32 anos, aprovou a campanha. Pela primeira vez no Carnaval carioca, a foliã, que veio com amigos, acredita que a ação em blocos carnavalescos torna o tema mais leve.

"A conscientização é importante para evitar mais acidentes. Dentro de um bloco de carnaval a ação acaba acontecendo com mais humor, e isso é muito legal. Estamos apoiando a iniciativa", disse Priscila.


Leia a matéria no Diário Oficial

Imprimir