Logotipo IOERJPágina Principal
terça, 22 de setembro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Novos colégios criam mais vagas para alunos da Zona Oeste
em 06/02/2014 09:44:14 (3839 leituras)



Na Zona Oeste do Rio, as novas unidades beneficiarão, juntas, cerca de 2,4 mil alunos até 2016. O Colégio Estadual Missionário Mario Way tem 18 salas de aula, auditório, biblioteca, ginásio, cozinha, refeitório e laboratórios. A estrutura física, de placas de aço com injeção de espuma, é feita nos moldes das unidades da Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica).

“O investimento da Secretaria de Educação faz toda a diferença. O jovem precisa se sentir valorizado e ter educação de qualidade. Este equipamento nos permite isto” afirmou a diretora da unidade, Erica Machado.

Moradora de Cosmos, a estudante da 3ª série do Ensino Médio Sabrina Miguel da Costa, de 17 anos, aprovou o colégio.

“Temos salas com ar-condicionado e laboratórios, inclusive de informática. Adorei” disse Sabrina, que quer prestar vestibular para Pedagogia.

No Colégio Estadual Professor João Salim Miguel, em Bangu, as obras foram executadas pela Emop (Empresa de Obras Públicas do Estado). O prédio conta com nove salas com ar-condicionado, biblioteca, quadra de esporte, cozinha, refeitório e laboratório de informática.

“Está tudo novinho e moderno. Vamos ter a oportunidade de mostrar nosso serviço em um ambiente propício para professores e estudantes. O bairro estava precisando de uma escola assim” afirmou a diretora do colégio, Valéria Ribeiro.

A adolescente Rochelly Lemos, de 14 anos, vai cursar a 1ª série do Ensino Médio na unidade. “Gostei muito da biblioteca, que tem uma boa variedade de obras. O ar-condicionado das salas de aula também é um diferencial” disse a jovem.

Escola reconstruída após tragédia em Nova Friburgo.

Depois de dois anos de obras, o Colégio Estadual Doutor Galdino do Vale Filho, em Nova Friburgo, foi entregue aos professores e alunos. Após a tragédia que atingiu o município em 2011, o prédio da escola ficou abalado e as aulas tiveram que ser transferidas para o Ciep Licílio Teixeira. O investimento de R$ 2,175 milhões em obras e de R$ 270 mil em equipamentos vai dar mais conforto para os 1.294 estudantes.

Hoje a unidade conta com 22 salas de aula com mobiliário novo, quadra esportiva, biblioteca, refeitório e sala de informática.

“Os alunos sofreram porque tiveram aula com obras. Não foi fácil e, mesmo assim, mantiveram o rendimento em alta” disse o secretário de Educação, Wilson Risolia.

No verão de Nova Friburgo, as salas climatizadas são mais um incentivo para estudar.

“Agora as salas têm ar-condicionado. É uma maravilha” afirmou Thainá Bessa, aluna da 3ª série do Ensino Médio.


Leia a matéria no Diário Oficial

Imprimir