Logotipo IOERJPágina Principal
terça, 22 de setembro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Estado inaugura 1º colégio público bilíngue Português-Espanhol do país
em 03/02/2014 09:37:30 (2364 leituras)


 


O Governo do Estado inaugurou na sexta-feira (31/1) o primeiro colégio público bilíngue Português-Espanhol do país. Localizado no Méier, na Zona Norte do Rio, o Colégio Estadual Hispano-Brasileiro João Cabral de Melo Neto conta com nove salas de aula, biblioteca, quadra de esporte, laboratórios, cozinha e refeitório. A terceira escola estadual bilíngue da rede oferece aulas ministradas em português e espanhol, em horário integral.

O prédio destinado à implementação do projeto, proposta educacional inédita na rede pública do país, foi adquirido pela Secretaria de Educação por aproximadamente R$ 1,7 milhão. Foram investidos cerca de R$ 400 mil nas reformas de adequação do espaço e mais de R$ 150 mil em equipamentos.

Para ingressar na escola, os alunos tiveram que passar por processo seletivo, que destina 95% das vagas a alunos oriundos de escolas públicas. Neto de argentino, Caio Korol, de 15 anos, conquistou a classificação.

“Acredito que o ensino diário do Espanhol vá me possibilitar a fluência que venho buscando” disse o adolescente.

O Colégio Estadual Hispano-Brasileiro João Cabral de Melo Neto é uma parceria entre a Secretaria de Educação e o Ministério de Educação, Cultura e Esporte da Espanha, com o apoio da Consejeria de Educación da Embaixada da Espanha em Brasília. Até 2016, 288 estudantes serão beneficiados na unidade.

Disciplinas separadas em dois grandes grupos.

A proposta pedagógica prevê a adoção do formato Dual Language 90/10, no qual as disciplinas são separadas em dois grandes grupos e ministradas em Português e em Espanhol, alternando-se a carga horária destinada a cada idioma. Assim, as matérias da Base Nacional Comum e da Parte Diversificada serão ministradas em português durante 90% do tempo. A carga horária restante, equivalente a 10%, será utilizada para as atividades menos complexas, em espanhol. O grupo de matérias específicas terá suas instruções ministradas em espanhol durante 90% do tempo, destinando-se os 10% restantes à comunicação através da Língua Portuguesa.


Leia a matéria no Diário Oficial

Imprimir