Logotipo IOERJPágina Principal
quinta, 27 de fevereiro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Cedae vai ampliar oferta de água em São Gonçalo
em 03/02/2014 09:30:05 (799 leituras)



A Cedae iniciou na sexta-feira (31/1) as obras de ampliação do Sistema de Abastecimento de Água de Monjolos, em São Gonçalo, na Região Metropolitana. Com investimento de cerca de R$ 23 milhões, as intervenções incluem três reservatórios e redes distribuidoras para o bairro, beneficiando mais de 65 mil moradores. As melhorias estão inseridas no pacote de obras no valor de R$ 300 milhões para São Gonçalo, onde a Cedae já reconstruiu totalmente os reservatórios de Colubandê e Marques Maneta.

O conjunto de obras inclui dois reservatórios, construídos junto a outro já existente, em Amendoeira, com capacidade para armazenar 10 milhões de litros, e uma terceira unidade para 5 milhões de litros, em Monjolos. Além disto, será incluído o assentamento de 5 mil metros de tubos com 500 milímetros de diâmetro, interligando o reservatório de Amendoeiras ao de Monjolos, e 10.270 metros de redes com diâmetros de 300 e 500 milímetros.

A Cedae ainda assentará 2.260 metros de tubulação em PVC. No momento, o Governo do Estado está finalizando a instalação de uma nova adutora – tubulação de grande porte – proporcionando o aumento de 45 % na oferta de água para São Gonçalo. 

O empreendimento também vai permitir a implantação de diversos projetos do programa Minha Casa Minha Vida, com previsão de 7 mil unidades, o abastecimento do futuro Condomínio Industrial de Guaxindiba e reforço do abastecimento do bairro de Vista Alegre.

De acordo com o presidente da Cedae, Wagner Victer, as obras serão concluídas em até 18 meses.

“Nos últimos sete anos, aumentamos a oferta de água em São Gonçalo de cerca de 4 mil para mais de 6 mil litros” afirmou o presidente da Cedae.

Além da melhoria no abastecimento, a vendedora Márcia Dias prevê a redução na conta de energia elétrica.

“Em breve, poderei diminuir o gasto com luz, porque não precisarei mais ligar a bomba d’ água” disse a vendedora.


Leia a matéria no Diário Oficial

Imprimir