Logotipo IOERJPágina Principal
terça, 29 de setembro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : de apoio à produção agrícola em quilombos
em 21/11/2013 10:04:41 (1746 leituras)



Famílias remanescentes quilombolas de Preto Forro e Maria Romana, em Cabo Frio,  na Região dos Lagos, receberam ontem, no Dia da Consciência Negra, o programa Nossa Terra, que gera trabalho e renda aos pequenos produtores rurais no estado. A Secretaria de Habitação e o Iterj (Instituto de Terras e Cartografia do Rio) entregaram, durante a celebração da data, 17 equipamentos e implementos para incentivar a produção agrícola de aproximadamente 200 famílias que vivem nos quilombos. 

As duas comunidades receberam um trator de 95 cavalos e um microtrator de 14 cavalos, além de carreta agrícola com capacidade para quatro toneladas, roçadeira hidráulica, distribuidor de sementes e calcário e perfurador de solos.

“Os equipamentos vão aumentar a renda e a produção de pequenos agricultores” disse a presidente do Iterj, Mayumi Sone.

O quilombo Preto Forro foi o primeiro do país a ganhar os documentos de propriedade das terras com o Registro Geral de Imóveis. A comunidade reúne 18 famílias, em um total de 90 pessoas que vivem no lugar. Já o quilombo Maria Romana é regularizado, mas aguarda que as terras sejam declaradas de uso coletivo para as 178 famílias remanescentes quilombolas.

No quilombo Preto Forro, o Iterj ainda vai reformar as 18 casas. Os imóveis vão receber saneamento, cisterna para o abastecimento de água, placas de energia solar nos telhados, entre outras melhorias.

Atualmente, o Iterj e o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) trabalham na regularização de sete quilombos no estado – outros 26 estão em processo. 

Este ano, o Iterj já investiu R$ 3,3 milhões em equipamentos para o apoio à produção do programa Nossa Terra.


Leia a matéria no Diário Oficial

Imprimir