Logotipo IOERJPágina Principal
sexta, 22 de janeiro de 2021
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Estudo vai melhorar o transporte de cargas no Rio de Janeiro
em 14/11/2013 09:47:24 (1054 leituras)



Com investimentos no valor de R$ 5,5 milhões, financiados pelo Banco Mundial, a Secretaria de Transportes realizará estudos para planejar ações que possam melhorar o transporte de cargas no Estado do Rio. O Plano Estratégico de Logística e Cargas, que foi lançado ontem na sede da Associação Comercial, terá como meta projetar cenários para o setor até  2040.

O plano, que tem duração de 15 meses, contará, por exemplo, com um estudo sobre os engarrafamentos metropolitanos. Ao ser concluída, a pesquisa vai apresentar também alternativas para ampliar e melhorar o deslocamento de produtos no estado.

Esta é a primeira vez que o Rio de Janeiro traça um mapa estratégico para o setor de cargas. Entre as ações que serão desenvolvidas está o levantamento da real situação da logística no estado.

De acordo com o subsecretário de Transportes, Delmo Pinho, a racionalização da infraestrutura logística para cargas no Rio, por meio do plano e outras iniciativas, contribuirá significativamente para a melhoria da mobilidade urbana. Além disso, será fundamental para que mais investimentos cheguem ao estado.

"A nossa intenção é que o Rio de Janeiro tenha uma rede mais refinada de distribuição, facilitando o deslocamento das pessoas e das cargas. Calculamos que, nos próximos dez anos, atraídos pelas condições que este extenso mapeamento nos possibilitará, teremos cerca de R$ 50 bilhões de investimento privado no estado", disse o subsecretário.

Como etapa preliminar para o estudo, a Secretaria de Transportes já concluiu um mapeamento dos sistemas logísticos do estado, como portos, aeroportos, ferrovias, portos secos aduaneiros, terminais de apoio offshore, além de armazéns comerciais de grande porte.

Também serão realizadas oficinas e seminários na Região Metropolitana e no interior, para discutir os desafios do setor com empresas e operadores logísticos de cargas.


Leia a matéria no Diário Oficial

Imprimir