Logotipo IOERJPágina Principal
terça, 14 de julho de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Região dos Lagos ganha academias para idosos
em 27/09/2013 10:46:19 (1067 leituras)




Os idosos de Saquarema e Búzios ganharam ontem academias para praticar atividades físicas ao ar livre. O Governo do Estado lançou o programa Terceira Idade Saudável nos dois municípios da Região dos Lagos. Ao todo, serão instalados 45 espaços dotados de equipamentos de musculação, alongamento e desenvolvimento da capacidade aeróbica em todo o Estado do Rio.

Além da estrutura física oferecida, a população idosa receberá o suporte técnico de profissionais habilitados para garantir a execução correta dos exercícios. Todas as unidades contarão com uma equipe formada por um professor de educação física, um fisioterapeuta, um técnico de enfermagem, um nutricionista e um assistente.

- O mais importante deste programa é trazer o idoso de novo para o convívio que ele tinha antes de chegar à terceira idade - disse o secretário de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, Marcus Vinícius.

Moradora de Saquarema, a aposentada Elizabeth Souza, de 68 anos, estava animada para praticar exercícios de forma orientada nos aparelhos. Por não ter recursos para pagar uma academia, a idosa parou de fazer atividades físicas.

- A matrícula em uma academia é algo muito caro. Estávamos precisando deste espaço para fazermos exercícios e termos mais saúde e qualidade de vida - explicou Elizabeth.

De acordo com a professora de Educação Física do espaço em Búzios, Teresa Marins, os interessados deverão procurar a equipe de profissionais, na praça onde a academia está localizada, para realizar a inscrição. Todos os matriculados farão uma avaliação funcional e nutricional, além de ter que passar pelo fisioterapeuta.

- Queremos que o idoso se mantenha independente, com saúde física e mental - afirmou Teresa.

O programa Terceira Idade Saudável prevê atender aproximadamente 18 mil idosos no estado. A iniciativa também oferecerá o suporte técnico de 30 equipes especializadas em outros projetos, que não contam com a orientação de profissionais habilitados.

Leia a matéria no Diário Oficial.

Imprimir