Logotipo IOERJPágina Principal
sábado, 11 de julho de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Alunos testam conhecimentos no terceiro Saerjinho de 2013
em 25/09/2013 10:00:06 (1034 leituras)


Os alunos da rede estadual realizaram ontem o primeiro dia de exames do terceiro Saerjinho de 2013. O sistema de avaliação bimestral da Secretaria de Educação testou conhecimentos nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. Hoje, serão cobradas questões de Ciências (para 5º e 9º anos do Ensino Fundamental) e Química, Física e Biologia (para o Ensino Médio, Ensino Médio Integrado e Curso Normal).

No Colégio Estadual José Leite Lopes (Nave), na Tijuca, os estudantes estavam ansiosos para resolver a prova, que serve de treinamento para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e futuros processos de seleção. Na unidade, o comprometimento com a avaliação é ainda maior porque os alunos podem conseguir pontos para compor a nota do bimestre.

- Fico apreensivo porque o fim do ano está chegando e é bom conseguir pontos. Mas este é um teste que ajuda a nos preparar para o Enem e vestibulares -, disse Kaique Sapienza, de 18 anos, aluno do 3º ano que planeja cursar Artes Cênicas.

Em seu 11° Saerjinho, Mariana da Silva, aluna de 17 anos que deseja cursar Publicidade e Propaganda, utiliza o resultado da avaliação para direcionar os estudos e se preparar para passar no vestibular.

- Se não vou bem em algo, fico preocupada e me dedico mais naquele ponto -, afirmou a jovem.

Já Pedro Gabriel, de 17 anos, também aluno do 3° ano, estava empolgado com a possibilidade de ganhar passeios turísticos, caso consiga um bom desempenho. Através do projeto Jovens Turistas, o governo premia os estudantes que obtêm as melhores notas com um fim de semana de visitas pelo Rio.

- Uso o Saerjinho para compor a nota do bimestre e me preparar para o Enem, mas quero ganhar a premiação do Jovens Turistas. É a minha última oportunidade -, disse Pedro.

Para estimular o comprometimento dos estudantes com a avaliação, a diretora Ana Paula Bessa passa em todas as salas conscientizando sobre a importância do exame e distribuindo bombons às turmas completas. Dos 416 matriculados, apenas seis faltaram.

- Essa avaliação externa é muito importante porque mostra o resultado da escola e vemos a evolução deles -, explicou a diretora.

Com o objetivo de monitorar a qualidade do ensino, o Saerjinho serve como base para a Secretaria de Educação identificar deficiências e elaborar medidas que melhorem a rede de educação estadual. A partir do resultado, as escolas podem adotar o reforço escolar, elaborar material pedagógico diferenciado e participar dos programas de formação continuada para professores. A prova é fundamental, ainda, para que os educadores elaborarem estratégias para alcançar as metas da escola no fim do ano.

Leia a matéria no Diário Oficial.

Imprimir