Logotipo IOERJPágina Principal
sábado, 11 de julho de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Entrega de ambulâncias aprimora atendimento em 82 municípios
em 25/09/2013 09:27:17 (796 leituras)




O Estado entregou ontem 153 ambulâncias a 82 municípios fluminenses. A doação de veículos básicos e de UTI integra a política do governo estadual de oferecer melhores condições para o atendimento à população. Com esta nova remessa – a partir de indicação por Emenda Parlamentar – já são mais de 300 ambulâncias entregues às prefeituras desde 2008.

Equipados com sirene eletrônica, maca retrátil, banco baú para acompanhantes, ar- condicionado, suporte para cilindro de oxigênio fixo na maca, mangueira de oxigenação, suporte de soro e sangue, entre outros itens, os veículos foram distribuídos de acordo com a densidade populacional das cidades. 

Na Região Metropolitana, os municípios com mais de 300 mil habitantes receberam três ambulâncias, enquanto os com mais de 500 mil moradores ganharam cinco veículos. Nas demais regiões, foi entregue uma ambulância para cidades com até 25 mil habitantes, duas para os municípios com até 70 mil moradores e três para aqueles que têm até 115 mil pessoas. O investimento total nos veículos foi de R$ 14 milhões.

Das 153 ambulâncias, onze já foram entregues para reforçar a assistência às gestantes da Baixada Fluminense, por meio do programa Mães da Baixada, lançado em agosto. O objetivo é melhorar o atendimento prestado às grávidas da região pelas unidades municipais de Saúde e conveniadas pelas prefeituras.

Transporte de qualidade

O secretário de Saúde, Sérgio Côrtes, destacou que as ambulâncias vão realizar com qualidade o transporte sanitário de pacientes que moram nos municípios beneficiados.

- Antigamente, as ambulâncias serviam apenas para rebocar os pacientes. Mas estes veículos novos, que são modernos e equipados, vão fazer um transporte sanitário de qualidade e atuarão de forma concentrada para levar o paciente ao  local em que ele terá melhor assistência médica - explicou Côrtes.

Leia a matéria no Diário Oficial.

Imprimir