Logotipo IOERJPágina Principal
quinta, 1 de outubro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Assentamento em São Gonçalo terá casas sustentáveis
em 27/05/2013 09:51:33 (2435 leituras)


Dezenas de famílias que vivem no assentamento Fazenda Engenho Novo, em São Gonçalo, ganharão casas sustentáveis e mais qualidade de vida. No total, 40 residências   já em fase de acabamento serão concedidas a cerca de 150 pessoas. O projeto é realizado pelo Secretaria de Habitação, através do Iterj (Instituto de Terras e Cartografia do Estado do Rio de Janeiro).

Os imóveis de 42 metros quadrados contam com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. As paredes das casas são feitas de painel cerâmico pré-moldado, que garante maior conforto térmico para os moradores.

Economia de luz e água

Outro destaque do projeto de moradia  é a instalação de placas solares no telhado para aquecer a água do chuveiro e economizar eletricidade. Além disso, também serão criadas redes de esgotamento sanitário que vão permitir a destinação correta das águas residuais e evitar a poluição do lençol freático da região. As janelas mais amplas permitem maior entrada de luz e melhoram a circulação de ar, o que diminui o consumo de energia.

Alvo de ocupação irregular nos anos de 1980, o terreno foi retomado em 2009 pelo Iterj, que realizou o processo de legalização dos lotes da terra.

Os moradores do assentamento contarão ainda com o auxílio de agrônomos e arquitetos, além de maquinários como tratores e roçadeiras para ajudar no trabalho rural.

Moradora da fazenda há dez anos, Célia Regina Moura, de 50 anos, está ansiosa para ocupar sua residência nova.

- Essa iniciativa vai mudar totalmente minha vida. O imóvel antigo era isolado, tinha infiltrações e estrutura frágil - disse a dona de casa.

Marco Antônio Coelho, que mora no lote rural e vive do cultivo de legumes, elogiou a iniciativa que oferece imóveis e auxílio para agricultores.

- Este projeto regularizou os terrenos e trouxe dignidade e qualidade de vida para os trabalhadores rurais - afirmou o produtor, de 56 anos.

Leia a matéria no Diário Oficial.

Imprimir