Logotipo IOERJPágina Principal
terça, 29 de setembro de 2020
Entrar
Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Notícias
Diário Oficial : Estado inicia projeto de requalificação urbana em colônia pesqueira
em 07/05/2013 09:55:20 (1427 leituras)




A Secretaria de Desenvolvimento Regional contratará empresa até o fim de julho para elaborar projeto de requalificação urbana da área da colônia pesqueira de Jurujuba, em Niterói. A ideia é revitalizar a atividade da pesca artesanal.  As intervenções vão beneficiar 800 famílias do bairro, proporcionando à comunidade melhorias no equipamento público urbano, na infraestrutura e nos locais de desembarque e abastecimento de pescado. A empresa  terá o prazo de nove meses para a elaboração do projeto e o orçamento previsto é de R$ 1,1 milhão.

O Canto de Itaipu, na Região Oceânica, ganhou projeto semelhante ao de Jurujuba. Em fase de finalização, as intervenções vão beneficiar 100 famílias, sendo 30 de pescadores. No local, o projeto prevê a reurbanização do acesso à praia e a construção de um deque suspenso sobre a areia, para impedir o avanço ilegal de quiosques e restaurantes.

O pescador Aureliano dos Santos, de 58 anos, apoia o projeto de revitalização.

- As obras vão trazer melhorias para todos, principalmente em organização e limpeza - disse Aureliano.

A requalificação urbana de Jurujuba e de Itaipu integram o Programa de Apoio às Comunidades Pesqueiras da secretaria, que inclui ainda a promoção do turismo, do esporte e do lazer associados ao valor cultural da pesca artesanal. O programa será estendido à região do Gradim, em São Gonçalo, e ao município de Arraial do Cabo.

Inclusão digital para pescadores

Os pescadores e piscicultores de Niterói já contam com um espaço dedicado à qualificação profissional da categoria. Foi inaugurado, na sexta-feira (3/4), na sobreloja do edifício do Terminal Rodoviário João Goulart, no centro de Niterói, o Telecentro Maré de Inclusão Digital e Capacitação Profissional.

A iniciativa é resultado de uma parceria entre a Secretária de Desenvolvimento Regional e o Ministério da Pesca e Aquicultura.  As inscrições para a primeira turma estão abertas até o dia 15 deste mês.

Na sala, com capacidade para dez alunos, serão oferecidos cursos de informática nas modalidades básica, intermediária e avançada, que incluem processador de textos, planilhas e apresentações de slides.

Serão ministrados ainda módulos de internet com objetivo de facilitar o acesso aos portais do governo federal e estadual. O objetivo é ampliar o conhecimento sobre as políticas públicas para o setor pesqueiro e aquícola.

O Telecentro Maré é um programa do Ministério da Pesca e Aquicultura. Atualmente, existem 210 unidades implantadas no país. A aula inaugural será no dia 21 de maio. 

Leia a matéria no Diário Oficial.

Imprimir